Surfista cego dropou onda de 5 metros na Praia do Norte. Surfista cego dropou onda de 5 metros na Praia do Norte. Foto: DR

Itens relacionados

segunda, 13 novembro 2017 16:06

Surfista cego supera o desafio do Canhão da Nazaré

Derek Rabelo esteve em Portugal e fez história… 

 

A semana que passou foi fértil em notícias e feitos na Nazaré e Praia do Norte. Maya Gabeira e Justine Dupont elevaram a fasquia no surf feminino de ondas grandes, Andrew Cotton foi hospitalizado mas sobreviveu a um dos “wipeouts” mais incríveis dos últimos anos, um grupo de seis surfistas a bordo de uma supsquatch apanhou uma onda de 25 pés e aguarda pela confirmação de um novo recorde mundial, Nuno Figueiredo enfrentou o Canhão de Kitesurf e muitos outros surfistas viram os seus atos de bravura figurarem entre as nomeações iniciais do WSL Big Wave Awards de 2018. Bem, e a temporada vai ainda no início… 

 

 

No entanto, o que pouca gente ainda sabe é que, nas semanas que antecederam a azáfama dos últimos dias, também Derek Rabelo já se tinha aventurado pelo Canhão da Nazaré. As ondas não estavam tão grandes e desafiantes (ver imagens em anexo), mas este foi, sem dúvida, um enorme feito do surfista brasileiro que chegou a dropar uma onda de 15 pés (5 metros) - com reboque e resgate cortesia da dupla Garret McNamara e Hugo Vau.

 

Resta mencionar um pequeno detalhe: é que Derek Rabelo é cego de nascença. O brasileiro, de 23 anos, desde os dois anos de idade que se vem a adaptar-se e a fazer cumprir um dos seus sonhos de criança - precisamente o de surfar. 

 

Derek, cujo nome é inspirado no havaiano Derek Ho, já tinha andado anteriormente por Portugal (lê + aqui). Na altura, em 2014, o intuito foi o de promover o filme “Beyond Sight”, que conta com as participações de Kelly Slater, Rob Machado, Bethany Hamilton e Joel Parkinson, entre outros. 

 

Um dos seus objetivos atuais passa também por apanhar algumas das mais desafiantes ondas do planeta, entre elas Pipeline, No Havai, que já surfou, aliás, mas também Teahupoo (Taiti) e a Praia do Norte (Nazaré, Portugal) que acaba de riscar da sua lista de objetivos a alcançar. 

 

Um bom exemplo e uma prova viva de que as barreiras não existem. 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top