Itens relacionados

terça, 21 novembro 2017 04:40

Filipe Toledo vence no arranque da Triple Crown em Haleiwa

Hawaiian Pro foi vencido pela primeira vez por um surfista brasileiro... 

 

Foi uma segunda-feira intensa e de muita ação na costa norte de Oahu para selar de vez as contas do Hawaiian Pro em Haleiwa, QS10,000, 54.ª etapa da World Qualifying Series e 1.ª etapa da Triple Crown of Surfing. Uma vez mais, tal como era esperado, a competição retomou em condições de mar muito difícil com ondas balanceadas e vento onshore muito forte ao longo de todo o dia. 

 

Relativamente aos portugueses, nós já haviamos referido que Vasco Ribeiro tinha sido afastado no Round 3, terminando assim em 49.º lugar, mas Frederico Morais competiu ainda no Round 4. Aí, o português que faz parte da elite não conseguiu encontrar as ondas de melhor potencial e acabou também por ser eliminado. Morais despediu-se assim de Haleiwa em 25.º lugar. O resumo desse Heat encontra-se aqui

  

Quem esteve muito bem neste último dia de competição foi Filipe Toledo que avançou de forma imperial até à final. O brasileiro conquistou pela primeira vez este campeonato, foi o primeiro atleta do Brasil a conseguir fazê-lo e registou a sua terceira vitória em 2017 (depois de ter vencido os CT’s de Trestles e J-Bay). 

 

“Isto é fantástico! Eu 2015 fiquei em segundo lugar e ainda senti o sabor da vitória nessa final, mas agarrei-me ao meu jogo e hoje fiz o que tinha a fazer”, disse Toledo no final sobre a conquista em tão importante evento. No seguimento da vitória, Filipe é agora também o líder da Triple Crown, que o próprio desvalorizou uma vez que deixou saber que não estará presente no QS10,000 de Sunset Beach que inicia em menos de uma semana.  

 

Na final, Filipe Toledo conseguiu a nota mais alta (8.87) e acabou por vencer com 16.54 pontos, deixando o norte-americano Griffin Colapinto em segundo, com 15.94 pontos. Colapinto foi um dos grandes destaques do evento, conseguindo sempre encher o olho e alcançar notas altas, incluindo um 9.77 nos quartos de final. 

 

O brasileiro Wiggolly Dantas terminou em terceiro lugar, com 13.03 pontos, enquanto o taitiano Michel Bourez, sempre muito concentrado, terminou em quarto lugar com 8.77 pontos. 

 

 

Com estes resultados Griffin Colapinto e Tomas Hermes juntam-se a Willian Cardoso e garantem também a sua presença na Championship Tour do próximo ano. Quando o dia começou, seis dos top 10 surfistas da Qualifying Series ainda se encontravam em prova, mas por altura dos 1/4 de final já só restavam Colapinto e Hermes. O californiano subiu mesmo de sétimo para segundo lugar no ranking WQS. 

 

“Não tenho palavras neste momento. Eu passei por muito trabalho, mas tenho que agradecer aos meus pais. Nós comprometemo-nos com este caminho quando tinha 15 anos e o objetivo da qualificação para o CT surgiu quando eu tinha 19. Alcancei os meus objetivos e estou muito orgulhoso por isso, mas é ainda muito para processar”, disse a jovem estrela de San Clemente. 

 

A Triple Crown avança agora para o segundo campeonato da série de três eventos que compõem o troféu que tem lugar na costa norte de Oahu (Havai). Ao Hawaiian Pro segue-se a Vans World Cup (QS10,000) em Sunset Beach, entre 25 de novembro e 6 de dezembro, e o Billabong Pipe Masters, em Banzai Pipeline, entre 8 e 20 de dezembro (11.ª etapa do World Tour). 

 

Lista de todos os vencedores em Haleiwa: 

 

2017 - Filipe Toledo, Brasil

2016 - John Florence, Hawaii

2015 - Wade Carmichael, Australia

2014 - Dusty Payne, Hawaii

2013 - Michel Bourez, Tahiti

2012 - Sebastian Zietz, Hawaii

2011 - Taj Burrow, Australia

2010 - Joel Parkinson, Australia

2009 - Joel Centeio, Hawaii

2008 - Michel Bourez, Tahiti

2007 - Roy Powers, Hawaii

2006 - Andy Irons, Hawaii

2005 - Pancho Sullivan, Hawaii

2004 - Sunny Garcia, Hawaii

2003 - Troy Brooks, Australia

2002 - Sunny Garcia, Hawaii

2001 - Andy Irons, Hawaii

2000  - Sunny Garcia, Hawaii

1999  - Conan Hayes, Hawaii

1998 - Kaipo Jaquias, Hawaii

1997 - Tony Ray, Australia

1996 - Kaipo Jaquias, Hawaii

1995 - Richard Lovett, Australia

1994 - Chris Brown, USA

1993 - Sunny Garcia, Hawaii

1992 - Sunny Garcia, Hawaii

1991 - Tom Curren, USA

1990 - Nicky Wood, Australia

1989 - Cheyne Horan, Australia

1988 - Barton Lynch, Australia

1987 - Gary Elkerton, Australia

1986 - Mark Richards, Australia

1985 - Mark Richards, Australia 

 

Perfil em destaque

  • Constância Simões Constância Simões

    Esta semana fomos até à ponta sul do país, ao Algarve, falar com uma nova promessa do surf feminino… 

Scroll To Top