Connor Coffin Connor Coffin Clifton Youmans

Itens relacionados

domingo, 03 dezembro 2017 01:38

CONNER COFFIN VENCE A VANS WORLD CUP EM SUNSET

Português Vasco Ribeiro conquista a 13ª posição na Vans World Cup, o ultimo WQS de 2017...

A Vans World Cup (QS10,000), que terminou pelas 2:00 horas da madrugada (de sábado para Domingo) em Portugal, era a segunda prova da Triple Crown of Surfing, e ultima etapa que encerrava de vez as contas do ano, no que diz respeito ao circuito mundial de qualificação da WSL (WQS).

Após a passagem aos quartos de final com uma prestação brilhante, as atenções estavam todas viradas para o português Vasco Ribeiro, pois caso saísse vitorioso juntar-se-ia à elite mundial da WSl em 2018. Tal não veio a acontecer pois o atleta Português acabou por ficar na 13ª posição da geral ao alcançar a 4ª posição na eliminatória dos quartos de final. Um heat com muito poucas ondas não ajudaram Vasco na conquista do seu designio. Como registo e para além da brilhante performance nesta etapa, fica uma assinalavel melhoria das suas prestações nesta ultima metade da época dos eventos de qualificação da WSL. O ano de 2018 será muito provavelmente o seu ano de qualificação para o World Championship Tour 2019.

Vasco Ribeiro a fazer o tubo que lhe garantiu a passagem aos quartos de final. Foto por Clifton Youmans

 

O Norte Americano Conner Coffin  que acompanhou no mesmo heat dos quartos de final o atleta Português, passando à fase seguinte, continuava aqui a sua caminhada para a vitória final. Na segunda meia final Conner venceu a sua bateria acompanhado do seu compatriota Kolohe Andino em segundo, deixando para trás o Havaiano Barron Mamiya e Patrick Gudauskas (EUA).

Encontrar-se-iam na Final Três Norte Americanos  e um Australiano. Este ultimo Wade Carmichael que após a sua passagem às meias finais tinha garantido a presença no tour de elite da WSL em 2018, assim como o Californiano Griffin Colapinto (que também será estreante WCT em 2018).

Na final foi Conner Coffin que se mostrou mais consistente e com um total combinado de 14,33 pontos em 20 possíveis, acabou por ser o justo vencedor deste WQS 10.000 Vans World Cup. Na segunda posição e com a melhor onda do heat (8,17 pontos em 10 possíveis) ficava Kolohe Andino. Wade Carmichael e Colapinto eram terceiro e quarto respetivamente.

 Connor Coffin a manobrar forte para a vitoria final na Vans World Cup 2017. Foto por Clifton Youmans

 A ultima prova WCT do ano e também da Triple crown Havaiana acontecerá em Pipeline de 8 a 20 de Dezembro o Billabong Pipe Masters 2018.

Perfil em destaque

  • Constância Simões Constância Simões

    Esta semana fomos até à ponta sul do país, ao Algarve, falar com uma nova promessa do surf feminino… 

Scroll To Top