Transição total para o Facebook acontece em julho. Transição total para o Facebook acontece em julho. Foto: WSL

Itens relacionados

terça, 03 julho 2018 08:46

Como acompanhar a WSL a partir de agora?

Experiência no Facebook promete revolucionar as transmissões…

 

A migração das transmissões da World Surf League para o Facebook, iniciada ontem a partir do Corona Open J-Bay (6.ª etapa do WCT), deixou muita gente zangada e com os pelos no ar. As críticas nas redes sociais, junto da própria WSL, multiplicaram-se a um ritmo estonteante. Nem era preciso estar muito atento, bastava olhar para a caixa de comentários para dar conta da desilusão que tomou conta das pessoas que, no fundo, ajudaram a construir a popularidade da WSL. 

 

Isto acontece, basicamente, porque a parceria WSL/FB obriga os fãs do surf a registarem-se literalmente na referida rede social. Ora, acontece que muita gente não tem Facebook e nem quer ter (ou deixou de ter). Ter que ligar-se a ele simplesmente para assistir às provas da WSL é uma opção fora do baralho. O tempo tratará de nos dizer se a medida da WSL foi um autêntico tiro no pé, mas a verdade é que nos parece que muita gente vai desistir de acompanhar as provas e dedicar o seu tempo a outra coisa qualquer.

Seja como for, no final, não há volta a dar! Para assistir tem que ser através do Facebook!

 

Por esse motivo, aproveitamos para voltar a partilhar as formas e como fazer para acompanhar as competições da WSL a partir deste momento. Tenham calma, o mundo está em mudança e… enjoy! 

--

(notícia publicada a 13 de junho de 2018)

 

Recentemente, a WSL voltou a frisar que a partir do próximo CT, o Corona Open J-Bay, que tem lugar na África do Sul entre 2 e 13 de julho, a transmissão em direto relativamente às provas do WCT (masculino e feminino), Big Wave Tour, QS10,000 e finais mundiais Pro Junior. irá assinalar a transição definitiva para a plataforma Facebook. 

 

De acordo com o comunicado, há muitos fatores positivos com a parceria feita com a conhecida rede social. A WSL garante que o nível de qualidade na transmissão será o mesmo, mas que, além disso, todos os espetadores terão acesso a mais opções que melhoram a experiência de visionamento, tais como a interatividade com os comentadores, gráficos móveis simples, conversa ao vivo opcional e ainda a oportunidade de ver no mesmo espaço as notas do momento e dos heats anteriores. 

 

Para aqueles que já acompanham os eventos através do Facebook, assim que entrarem na plataforma serão redirecionados para o live streaming (se este estiver a ter lugar) sem ter que dar mais passos. Os restantes terão que se registar (ou fazer log-in) com o seu email para poder aceder ao conteúdo ao vivo. 

 

Eis então as formas de acompanhar os eventos da WSL: 

 

Ver na WSL

Desde o computador, basta aceder ao site worldsurfleague.com e observar a WSL Live experience.

Desde uma plataforma móvel (smartphone ou tablet):

1) Fazer download ou lançar a WSL app

2) Clica na opção Live e serás automaticamente reencaminhado para o WSL Live Facebook Stream

 

Ver no Facebook desde o computador

1) Lançar o browser e navegar até www.facebook.com

2) Depois fazer log-in no Facebook

3) Uma vez feito o log-in, fazer uma pesquisa por “WSL Live”

4) Seguir a página “WSL Live” para receber todas as atualizações e novidades

 

Ver no Facebook atrás de smartphone ou tablet

1) Fazer download ou lançar a Facebook app no teu smartphone ou tablet

2) Procurar por “WSL Live”

3) Seguir a página “WSL Live” para receber todas as atualizações e novidades

 

Os números imponentes de 2017

A parceria feita pela WSL e o Facebook o ano passado revelou alguns números imponentes. Cerca de 14 milhões de pessoas, de todos os cantos do planeta, assistiram à World Surf League no Facebook em 2017. Os Estados Unidos, o Brasil e o México foram os países que contaram com mais pessoas a assistir. 

 

A WSL produz cerca de 800 horas de conteúdo em direto anualmente, bem como outro conteúdo educacional, cultural e histórico em torno do surf, que estará agora também acessível no Facebook. Isto faz com que a WSL e o Surf, juntamente com a NFL (Futebol americano) e a NBA (Basquetebol), seja uma das três ligas desportivas no mundo com maior “engagement” social

Perfil em destaque

Scroll To Top