Itens relacionados

segunda, 23 dezembro 2013 15:10

"2014 VAI SER O POWER YEAR DE JORDY SMITH"

O diretor da O'Neill Portugal em entrevista à SurfTotal.

 

Desta vez, é tempo de perceber o mercado nacional pelos olhos de Nuno Santos. O diretor da O’Neill Portugal falou com a SurfTotal sobre a marca, fez um balanço do ano que está a chegar ao fim, e ainda falou sobre Jordy Smith, Malia Manuel e o português João Kopke.

 

Podes fazer-nos um pequeno balanço do ano de 2013 do surf português?
O surf em Portugal esta de Parabéns...2013 foi o ano do despertar. Um CT em Portugal (4 anos consecutivos), um WWT Cascais e mais 2 QS primes um nos Açores e outro em Cascais. Nazaré mais um ano mostrando ao mundo uma onda potentíssima. O surf mundial continua a render-se a Portugal. Com tudo isto, o surf em Portugal esta mais intenso com mais dinâmica, cativando entidades locais, autarquias e novos patrocinadores, proporcionando sem duvida um desenvolvimento ao surf nacional. Eventos nacionais, regionais e locais estão a surgir, com mais apoios, um factor importante para esta nova geração de atletas que, cada vez mais está a desenvolver-se. Com tudo isto, prepara-se uma nova geração de atletas, jovens sub 12, 14 e 16 mais motivada e mais empenhada. Desta nova geração podemos referir: João Vidal, Guilherme Ribeiro, Afonso Antunes e Manuel Teixeira no sub 12, o João Moreira e o Vasco Mónica nos sub 14º, o Guilherme Fonseca, Lourenço Alves e o Luís Perloiro nos sub 16º. Com todo este despertar e entusiasmo, os nossos atletas Nacionais começaram a tirar este ano alguns frutos alem fronteiras. É o caso do Frederico Morais com uma belíssima final em Sunset, ficando em 59º lugar no ranking QS. O Marlon Lipke e o Nicolau top 100º, o José Ferreira que tirou uma final em Pantín e com excelentes resultados no México, o Vasco Ribeiro 3º no Ranking Europeu Júnior, o João Kopke, Tomas Fernandes, Francisco Alves e Miguel Blanco que este ano focaram-se no Pro Júnior Europeu. De salientar a FPS, com um novo Presidente, com uma nova estrutura, muito experiente e focada em contribuir para o surf Nacional com objectivos muito bem definidos. E por fim Tiago Pires mais um ano em 2014 no CT. O Surf Português esta de PARABÉNS!

 

Campeonatos... mercado... tem-se reflectido nas vendas este novo frenesim dos campeonatos de surf que tem colorido as nossas praias a nível nacional e internacional?
Bom... relativo..!!!! O caso de Peniche, Ericeira e Algarve(pelo turismo durante 30 anos) tem-se reflectido pelo positivo pelo facto de nos últimos 4 anos o crescimento Turístico Jovem ter crescido bastante, devido ao CT e aos apoios das autarquias, com isto trazendo um turismo jovem, com que faz que o comercio local progrida. No entanto com a crise instalada é impossível um reflexo no geral.

 

O que falta na tua opinião?
Mais apoio das autarquias em mais locais na nossa costa tendo como exemplo, Peniche. É o caso de Viana do Castelo, o grande Porto, Espinho, Cortegaça, Esmoriz, Aveiro, Figueira da Foz, Costa Alentejana todas estas regiões possuem ondas magnificas, uma gastronomia de topo, com uma excelente cultura vinhos, e com uma hospitalidade de primeira - É isto que o Turista, procura, valoriza e parte com um sentimento no final de satisfação. No entanto, é necessário que, as autarquias, tomem consciência do valor da nossa costa. Com uma qualidade de ondas e praias PRIME, desde Norte a Sul do país, e que é ai que está a "FONTE", e o SUCESSO, com repercussões seguramente muito positivas no desenvolvimento destas localidade e do seu comércio.


Jordy Smith um eterno candidato? Ou uma certeza para 2014?
Uma certeza para 2014!!!! Tem um surf explosivo.... Não há palavras para Jordy...!!! "PONTO"!!!! Ele já encontrou o seu "click", e está guardado a 7 chaves... !!!! Preparem-se... !!!! 2014 vai ser Power Year para Jordy claro!

 

Malia Manuel é, sem dúvida, a Miss Glamour do WWT. Concordas? O que tem ela de especial? Qual a sua importância para a O'Neill?
Sim, concordo..!!! Humildade, sabedoria, dentro e fora de agua, o seu surf tem uma linha dinâmica e bonita, fruto de um trabalho que já vem de algum tempo. Sem dúvida, uma atleta e embaixadora perfeita para O´Neill.

 

A estratégia da O'Neill, sabemos que está em transformação e melhoramento. Queres falar-nos um pouco sobre isso? o design do surfwear, a nova filosofia de Marketing?
A O´Neill tem uma historia muito forte. Sem esquecer que, em 1953 inventou o primeiro fato de surf e até à data sempre foi uma marca inovadora, tanto nos materiais de fatos de surf como em tudo - "First Name in the water". O mundo está em constante em transformação, tudo mudou. As tendências de moda, a maneira de comunicar, Instagram, blogs, sites de informação, a maneira de pensar, etc... Perante esta transformação, a nova filosofia de marketing foi reposicionar a marca. Para que isso aconteça entre 2012 e 2013 a O´Neill entrou em TRANSIÇÃO, fazendo um "Reset". 2014 a 2018 a O´Neill esta com uma nova estratégia de manter a marca mais autêntica, progressiva, focando-se no "Core bussiness" diferenciando-se de outras marcas desportivas de acção progressiva. Orientando o seu FOCUS numa faixa mais jovem, entre os 12 e os 24 anos, um consumidor progressivo, mentalmente curioso e alternativo, com um estilo de vida conectado a uma cultura dentro das raízes de surf e snow, art, e música. Para que isso aconteça, novos designers estão a mudar o rumo da marca, posicionando o seu design na inovação de novos produtos através dos nossos atletas, dando destaque aos detalhes, e direcionando o produto para um consumidor mais progressivo, este é o objetivo.

 

O posicionamento das marcas nas lojas de surf está a mudar? o produto do Surfwear tem evoluído em que sentido, no caso particular da O'Neill?
A O´Neill em Portugal desde 2012 teve a necessidade de filtrar, criando um culto de não massificação, dando em algumas zonas um passo atrás para no futuro estar 2 à frente. Objetivo: ganhar cota de mercado o que está a acontecer em determinadas zonas do país. Pretendemos acima de tudo parceiros dinâmicos, mais ligados à marca, com vontade de se envolver com a filosofia da marca. A O´Neill é tecnologia, inovação, qualidade. É assim que fazemos a diferença!

 

Podemos dizer que as circunstancias farão as marcas de surf de alguma forma readaptarem-se à nova realidade de mercado. "Se é que ela existe"?
O Mercado está sempre em transformação, logo a readaptação também é dinâmica. Hoje em dia o mercado fornece emoções, o consumidor compra uma emoção, e a nossa grande emoção é o produto, a qualidade, a imagem, a comunicação, esta é a historia de Jack O´Neill.

 

Podemos falar de um surfista O'Neill? qual o teu perfil de atleta favorito?
Sim, claro... João Kopke!!! (risos) Humilde e trabalhador! trabalha, trabalha! Nunca desiste! Este é o meu perfil de atleta...

 

Um surfista humilde e que vai chegar longe?
A Humildade é um culto... vem das bases e da formação de cada um. Mas o surfista que vai chegar longe é aquele que tem Humildade, que seja trabalhador e que, nunca desista, e ainda claro, uma estrelinha de sorte também ajuda Podemos ter o maior talento do mundo, mas se não trabalharmos, não chegamos lá. O que não falta são surfistas com talento... quantos chegam lá?

 

Queres dizer algo mais?
Bom Natal e tenho esperança que 2014 vai ser Power Year.

 

 

Scroll To Top