Tudo indica que Kelly Slater regressará à competição no Pipe Masters. Tudo indica que Kelly Slater regressará à competição no Pipe Masters. Foto: Poullenot/WSL

Itens relacionados

segunda, 04 dezembro 2017 18:29

Kelly Slater faz parte do elenco para o Pipe Masters

Prova tem janela de espera entre 8 e 20 de dezembro... 

 

É já na sexta-feira que inicia a janela do período de espera do Billabong Pipe Masters, a 11.ª e última etapa do World Championship Tour, precisamente aquela prova que define o top 22 masculino da próxima temporada e pode dar azo ainda a mais entradas via Qualifying Series caso se verifique a existência de “double qualifiers”. 

 

Como se isto não fosse suficiente, num dos anos mais competitivos de sempre da WSL, está também em jogo o título mundial. John John Florence e Gabriel Medina, primeiro e segundo classificados do ranking, abraçam uma rivalidade especial. No entanto, Julian Wilson e Jordy Smith também têm uma palavra a dizer nas contas finais. Vê aqui todos os cenários

 

Quem consta do draw inicial revelado pela World Surf League é Kelly Slater, o que poderá indicar que as suspeitas e os rumores das últimas semanas talvez não fossem assim tão infundadas. 

 

Caso isto se verifique, o 11x campeão mundial volta a competir, no World Tour, cinco meses após a lesão contraída em julho último, durante o Corona Open J-Bay, na África do Sul. Uma boa notícia para os fãs do norte-americano que detém um palmarés de relevo em Banzai Pipeline: 

 

2016 Volcom Pipe Pro (QS);

2013 Billabong Pro Pipe Masters (CT);

2014 Volcom Pipe Pro (QS);

1999 Mountain Dew Pipe Masters (CT);

1996 Chiemsee Pipe Masters (CT);

1995 Chiemsee Pipe Masters (CT);

1994 Chiemsee Pipe Masters (CT);

1992 Marui Masters Pipeline Pro (CT).

 

O taitiano Michel Bourez é o campeão em título do evento e vale realçar que Frederico Morais, em 13.º no ranking (25.º nesta etapa em 2016) tem ainda um objetivo esta temporada: o de conquistar o troféu de melhor estreante. O português encontra o australiano Mick Fanning, pela terceira vez consecutiva, e o brasileiro Ítalo Ferreira na fase inicial em Pipe. 

 

Confere as baterias do Round 1: 

 

H1: Matt Wilkinson (AUS) x Jeremy Flores (FRA) x Jadson André (BRA)

H2: Owen Wright (AUS) X Kanoa Igarashi (EUA) X Josh Kerr (AUS)

H3: Julian Wilson (AUS) X Conner Coffin (EUA) X Stuart Kennedy (AUS)

H4: Jordy Smith (AFS) X Bede Durbidge (AUS) X Ethan Ewing (AUS)

H5: Gabriel Medina (BRA) X Miguel Pupo (BRA) X wildcard

H6: John John Florence (HAV) X Wiggolly Dantas (BRA) X wildcard

H7: Adriano de Souza (BRA) X Caio Ibelli (BRA) X Jack Freestone (AUS)

H8: Kolohe Andino (EUA) X Joan Duru (FRA) X Kelly Slater (EUA)

H9: Filipe Toledo (BRA) X Michel Bourez (TAH) X Ezekiel Law (HAV)

H10: Sebastian Zietz (HAV) X Adrian Buchan (AUS) X Ian Gouveia (BRA)

H11: Joel Parkinson (AUS) X Connor O'Leary (AUS) X Leonardo Fioravanti (ITA)

H12: Mick Fanning (AUS) X Frederico Morais (POR) X Ítalo Ferreira (BRA)

Perfil em destaque

  • Constância Simões Constância Simões

    Esta semana fomos até à ponta sul do país, ao Algarve, falar com uma nova promessa do surf feminino… 

Scroll To Top