O público na areia em Banzai Pipeline. O público na areia em Banzai Pipeline. Foto: Clifton Youmans

Itens relacionados

sexta, 02 novembro 2018 17:22

Raio X: Clifton “Butch” Youmans

Desta vez fomos até ao Havai... 

 

Continuamos a dar espaço e a revelar imagens de fotógrafos que fazem parte do mundo surf. Desta vez, abandonando por momentos a esfera nacional, optámos por rumar ao Pacífico e partilhar algumas imagens de Clifton “Butch” Youmans, até porque a temporada havaiana inicia agora. 

Fica a conhecer o seu trabalho...

 

Começamos por pedir que nos faças uma breve apresentação pessoal…  

Aloha! O meu nome é Clifton “Butch” Youmans. Vivo no North Shore de Pahu, no Havai. Desde que me reformei, em 2013, tornei-me fotógrafo a tempo inteiro de Desportos e Natureza. Cresci na costa leste dos Estados Unidos, na Florida, e o oceano e o surf têm sido a minha paixão todos estes anos. Posso seguramente afirmar que estou a viver o Sonho. 

 

 

O que mais te motiva como fotógrafo?

O Havai é um sítio fantástico para se viver enquanto fotógrafo. Portanto, é fácil ficar motivado. Em todo o caso, diria que o inverno no North Shore é na verdade o que mais me motiva. 

 

 

Tens um sítio preferido para fotografar?

Dependendo das condições, há tantos picos no North Shore, cada um deles com as suas qualidades próprias. Em todo o caso, Waimea Bay é de longe o meu pico preferido. Tenho muitos amigos que surfam a baía e poder estar no local a capturar imagens deles torna este o meu local preferido. 

 

 

Que tema preferes e quais os teus fotógrafos favoritos?

Desporto e paisagens são os meus temas preferidos na fotografia. Mas a fotografia de surf é a minha paixão. Há cerca de 4 anos, conheci Terry Houston e rapidamente nos tornámos amigos. Como viajante e fotógrafo, ele inspirou-me. Jim Russi é outro fotógrafo de classe mundial que conheci há uns anos e também de quem fiquei amigo. Um verdadeiro mestre do ofício!  Quando me mudei para o Havai conheci Sean Davies - um fotógrafo fantástico!

 

 

Qual a tua melhor fotografia de sempre?

Todas elas, claro! (risos) No meu primeiro inverno no Havai escutei que Waimea Bay estava a quebrar. Estava a viver no outro lado da ilha, no West Side, então carreguei o meu jipe e rumei à costa norte. Nunca tinha visto ondas tão grandes! Saquei uma foto com 10 surfistas a apanharem uma onda ao mesmo tempo! Desde esse dia Waimea Bay tem sido o meu sítio preferido. 

 

 

O que faz de ti um fotógrafo diferente?

Eu amo realmente o que faço. Tenho 65 anos. Trabalhei arduamente toda a minha vida, viajei pelo mundo e experienciei diferentes culturas, mas sempre senti que faltava algo. Era o cheiro do Mar. Agora estou a viver o meu sonho. Não espero fazer muito dinheiro com a fotografia. Só o poder partilhar as minhas imagens e ver a satisfação no rosto das pessoas, é por si só um bom pagamento. 

 

--

Aproveita este momento para rever o Raio X anterior, clicando aqui

 

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top