Itens relacionados

sexta-feira, 10 abril 2020 10:45

OS DIAS DA CAMPEÃ NACIONAL DE SURF MASTERS, MÓNICA SANTOS, NESTE PERÍODO DE QUARENTENA

Numa entrevista exclusiva à Surftotal...

 

 

Mónica Santos, uma surfista de corpo e alma, é a atual Campeã Nacional de Surf Masters Feminino (+35).

A surfista de Peniche combina a sua profissão com a sua paixão como instrutora de surf e também como fotógrafa e designer gráfica.

Mónica está agora numa nova etapa da sua vida como mãe de uma bébe, pelo que estes dias têm sido vividos mais para o novo membro da família agora que surf não faz parte da sua rotina.

A Surftotal esteve a conversa com a surfista para saber como tem se adaptado e vivido estes dias de quarentena.

 

 

        

 

 

Como estás a lidar com esta situação que é nova para todos?

Uns dias melhores, outros dias piores. Não é fácil para quem tem uma vida mais activa e muito menos para quem vive ao lado do mar, que é o meu caso. Também tenho uma filha pequena, e estar fechada em casa não tem sido fácil. Tentamos assim que podemos dar uma voltinha, apanhar ar puro, porque sinceramente estarmos fechados entre 4 paredes não é nada bom (isto no caso de quem vive num apartamento).

 

Como tem sido para ti estares privada de surfar?

Nunca pensei que me custasse tanto, ainda para mais sabendo e vendo que têm estado altas ondas.

Mas é por um motivo maior e sei que as ondas não vão desaparecer, por isso mais tarde ou mais cedo, ninguém me tira da água.

 

Como tens ocupado o teu tempo?

Praticamente a tentar entreter a minha filha de quase 3 anos. Não é nada fácil. E quanto menos faço, menos vontade tenho.

Tentamos ao máximo aproveitar e dar uma volta aqui perto de casa. Como disse anteriormente, vivemos praticamente na praia, e viver aqui é uma benção, sempre aproveitamos um bocadinho daquilo que a Natureza nos oferece.

 

 

        

 

 

És instrutora de surf. Que impacto vês que esta situação está a ter nesta área?

Aqui na zona do Baleal, vivemos praticamente do Surf. Já sou instrutora à praticamente 7 anos, ensinar e cada vez ganhar mais experiência naquilo que me faz feliz. Este ano comecei mais motivada do que nunca e cheia de vontade de começar mais uma época no Surfers Lodge, onde trabalho. Normalmente a época começa no início de Abril e já tínhamos algumas reservas e tudo indicava que ia correr bem. Agora com esta situação foi tudo cancelado e claro que isto nos afeta muito. Sinceramente não sei como vai ser, tenho fé que as coisas para nós, Portugueses, melhorem em breve, mas o meu maior receio é o turismo, a entrada em Portugal, não sei se teremos logo clientes e possamos começar a trabalhar ou se só em Agosto ou ainda mais tarde as coisas voltem à normalidade. É um impacto muito grande na economia e para nós que vivemos do turismo, não sei como vai ser. É ter esperança.

 

Queres deixar uma mensagem para os leitores da Surftotal?

Quando pudermos voltar a surfar, pessoal, a primeira onda do set aqui pela zona do Baleal, é MINHA! ;)

Força a todos e em breve estaremos todos no Pico.

 

        

 

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top