Gui Ribeiro a voar - ishootu surfphoto Gui Ribeiro a voar - ishootu surfphoto

Itens relacionados

quinta-feira, 11 junho 2020 15:21

"Os lugares do pódio começam cada vez mais a estar dentro dos meus objetivos" - Gui Ribeiro

Surfista da seleção nacional junior de surf diz-se 100% recuperado...

 

Guilherme Ribeiro, atleta da O'Neill Europa e um dos surfistas mais promissores da sua geração, durante o ano de 2019, competiu lesionado do seu joelho esquerdo. Esta lesão levou-o a alterar por completo o seu plano competitivo e a focar-se na recuperação da lesão que teve no menisco do joelho esquerdo.

 

A surftotal esteve à conversa com o surfista da Costa da Caparica que nos conta estar 100% recuperado e preparado para lutar pelos lugares cimeiros do pódio, já na próxima etapa da Liga Meo, que decorrerá na Figueira da Foz durante os próximos 19, 20 e 21 de Junho 2020.

 

 

Ficha Técnica Guilherme Ribeiro

Idade: 18 anos de idade.

Praia local: Costa de Caparica.

Stance: Regular.

Melhores resultados: Top 16 JQS Europa, Campeão português GromSearch, Campeão europeu GromSearch, 2x Campeão Nacional Sub-14.

Onda favorita: Coxos na Ericeira.

Objetivos: Trabalhar muito para entrar no World Tour e viajar pelo Mundo em busca das melhores ondas.

Maior medo: Não tem nenhum.

Inspiração: Mick Fanning.

 

 

 

"A recuperação em termos de surf passou por surfar

o máximo de vezes possível para trazer de volta a confiança..."

 

 

 

Gui Ribeiro - Click por Caparica Waves

 

 

 

Surftotal: Como te sentes? em boa verdade a 100%? tens surfado? Conta-nos como está a tua verdadeira recuperação no momento?


Guilherme Ribeiro:Sinto-me muito bem, tive alguma sorte pois consegui terminar a minha recuperação em termos de fisioterapia um pouco antes do "coronavírus" ter aparecido, mas sim penso que já estou a 100% e sem a ajuda do Caparica Performance e do Gonçalo Arneiro nada disto teria sido possível!
Tenho feito muito ginásio, pois tenho surfado menos ultimamente devido às condições estarem muito fracas...mas acho que a recuperação em termos de surf passou por surfar o máximo de vezes possível para trazer de volta a confiança que tinha antes de ter sido operado!
 
Surftotal: Preparado para disputar o 1º lugar na próxima etapa da Liga Meo ? ;)


Guilherme Ribeiro:Sim, já estou no meu último ano de júnior por isso este ano acaba por ser um ano de transição e sem dúvida que os lugares do pódio começam cada vez mais a estar dentro dos meus objetivos, para os próximos anos da Liga. O facto de em 2019 ter sido o melhor júnior da Liga Meo também aumenta a responsabilidade para este ano!  O nível na Liga é bastante alto e exige que se esteja no nosso melhor. Se tal acontecer os resultados também aparecem!

 

 

 

"O facto de em 2019 ter sido o melhor júnior da Liga Meo

também aumenta a responsabilidade para este ano..."

 

 

 

 


 
 Gui Ribeiro durante o período de fisioterapia (Arquivo Pessoal)

 

 

 

"tive a sorte de pertencer a uma geração de surfistas

que descende de outra (a do meu pai)"

 

 

 

 

Surftotal: Tens lido as entrevistas que temos feito sobre a cultura do surf? Acreditas que existe cultura de surf no nosso País? achas importante? se sim porquê?


Guilherme Ribeiro: Sim tenho lido. Na minha opinião existe, pois pelo menos tive a sorte de pertencer a uma geração de surfistas que descende de outra (a do meu pai), e cujos valores, princípios e raízes do nosso desporto sempre me foram transmitidos. Outras coisas importantes são as histórias de dias de surf vividas, viagens e campeonatos dessa geração que às vezes é só rir!!! São coisas muito importantes, pois ajudam-nos a perceber o porquê de certos pormenores, modo de vida, formas de estar, a disputa da próxima onda...
 

 

 

 

"Penso que se esse pilar se perder

o surf corre o risco de perder a sua identidade..."

 

 

 

Surftotal: Em que isso pode afectar o futuro do surf e do seu mercado?


Guilherme Ribeiro: Penso que se esse pilar se perder o surf corre o risco de perder a sua identidade! Ao perder a sua identidade vai-se descaracterizar. Sem essência passa a ser algo muito diferente e isso é uma ameaça que vemos todos os dias acontecer... Chegam algumas empresas e público ao surf cujo os interesses e formação nada têm a ver com este meio e, na minha opinião isso não deveria acontecer! Cabe a nós todos (surfistas, patrocinadores, escolas de surf, treinadores, media,...) e de uma forma global decidir o caminho a seguir...
 

Surftotal: algo mais a dizer?


Guilherme Ribeiro:Aloha e espero que continuem a desenvolver e a contribuir com um bom trabalho, pois a comunidade do surf agradece!!!


Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top