quarta-feira, 16 junho 2021 15:01

"ANTS tem como missão valorizar a carreira profissional do treinador de Surf"

Dois meses da Associação Nacional de Treinadores de Surfing...

 

A Associação Nacional de Treinadores de Surfing (ANTS), entidade fundada por um experiente grupo de trabalho que responde assim à crescente necessidade de representatividade dos treinadores de surfing profissionais, nasceu a 26 de Março de 2021. Entre os seus fundadores está Eurico Gonçalves- que esteve à conversa com a Surftotal- , o Presidente da Direção desta equipa de trabalho autónoma e independente que pretende ser um ponto de convergência dos treinadores capaz de ouvir e trabalhar para encontrar soluções, ao mesmo tempo que valoriza e estrutura a profissão e os profissionais.

Dois dias depois de ter sido comunicada a criação da ANTS, pela assessoria de imprensa da Federação Portuguesa de Surf, aquela viu-se envolvida numa enorme polémica quando alguns treinadores que faziam parte do grupo de Whatsapp para discussão de uma "possível associação", como José Maria Pyrrait, vieram a público com acusações de "Deslealdade e desagregação na génese da Associação de Treinadores de Surfing". 

Em Março, a Surftotal, como forma de demonstrar a sua imparcialidade, tentou junto da ANTS fazer cumprir o seu direito de resposta e, findos dois meses de vida desta associação, ficámos a conhecer um pouco mais sobre as suas missões, vantagens para associados e próximos objetivos a alcançar. 

 

 

Surftotal: Quais os objectivos ANTS?

Eurico Gonçalves: Tal como muitas outras associações de treinadores de diversas modalidades, a ANTS pretende valorizar a carreira profissional do treinador de Surf. Informar e alertar os treinadores sobre diversos temas pertinentes para a sua actividade profissional e facilitar a resolução de processos através de uma articulação estreita com as entidades reguladores do desporto. São muitas as matérias a tratar, desde ajudar nos processos RCPA de certificação dos percursos profissionais dos treinadores, filtrar os melhores formatos de formação de treinadores de vários níveis, continuar a valorizar a base da pirâmide na carreira do treinador, a qualificação Grau I que recebe o nosso turismo, também tratar do reconhecimento das nossas cédulas no estrangeiro e colaborar e reforçar o trabalho junto de outras associações de treinadores para a criação de uma categoria de treinador de desporto no sistema nosso sistema tributário. Existem muitos outros temas que a médio e longo prazo serão alvo da nossa atenção.

 

 

 

 

"nunca houve nenhuma associação autónoma e independente a trabalhar neste sentido"

 

 

 

 

Surftotal: Desde que foi criada a ANTS, o que já foi feito para alcançar estas metas?

Eurico Gonçalves: A associação tem apenas dois meses! Se pensarmos que em dois meses conseguimos juntar uma equipa de trabalho com gente qualificada e experiente, já temos cerca de 80 associados, já estabelecemos contacto com as principais entidades reguladoras do desporto e do surf e já conseguimos identificar várias fragilidades e várias prioridades para a carreira do treinador de surf, pensamos que tudo está no bom caminho. Resultados objectivos vão seguramente aparecer com o tempo, a curto, a médio e a longo prazo. Os treinadores de surf nunca tiveram qualquer representatividade, para além da FPS que assegurou algumas condições básicas para que os treinadores se pudessem formar e pudessem trabalhar, nunca houve nenhuma associação autónoma e independente que a trabalhar neste sentido, pensamos que agora as condições estão reunidas.

 

 

 

"em dois meses, conseguimos juntar uma equipa de trabalho com gente qualificada e experiente

 

e já temos cerca de 80 associados"

 

 

Surftotal: Quais as vantagens de ser sócio da ANTS?

Eurico Gonçalves: São óbvias e semelhantes em qualquer iniciativa de associativismo. Designadamente, os treinadores fazerem parte de um grupo de trabalho qualificado e experiente e que se preocupa e que trabalha exclusivamente para os interesses da profissão. As preocupações e objectivos referidos atrás acabam por responder a esta pergunta. O treinador tem um apoio, uma assessoria e uma consultadoria relativamente a qualquer assunto que queira tratar. Existem também plataformas de comunicação, algumas exclusivas para associados como whatsapp e outras abertas ao público como o facebook, para que a partilha de informação e esclarecimentos seja mais imediata.

 

 

 

 

"existem plataformas de comunicação abertas ao público

 

para que a partilha de informação e esclarecimentos seja mais imediata"

 

 

 

 

Surftotal: O que tem a dizer relativamente à polémica aquando da criação da ANTS-  alguns treinadores que se queixam que a ANTS foi criada à revelia?

Eurico Gonçalves: "Alguns treinadores" não são "todos os treinadores". Um projecto desta natureza só fica consolidado se houver gente competente e experiente no terreno, nas diversas actividades profissionais do treino, do ensino e da formação do Surf. Foi exactamente isso que fizemos: a associação foi criada e foi até comunicada essa intenção numa sessão online com cerca de 80 treinadores presentes. Penso que todos, ou pelo menos a maioria, já perceberam que esta representatividade autónoma e independente dos treinadores de Surf é absolutamente fundamental para o futuro da profissão. 

 

 

 

 

"esta representatividade autónoma e independente dos treinadores de Surf

 

é absolutamente fundamental para o futuro da profissão"

 

 

 

Surftotal: Ficou tudo esclarecido?

Eurico Gonçalves: Para nós nunca houve nada ou deixamos algo por esclarecer. Acreditamos nesta proposta, todos nós estamos no terreno, falamos com dezenas de treinadores diariamente e para criar um projecto sério desta natureza é preciso apenas isso: competência e seriedade. Estamos sempre disponíveis para esclarecer qualquer dúvida sobre qualquer matéria da nossa competência, a todos os interessados.

 

Surftotal: Que próximas acções estão previstas para a ANTS?

Eurico Gonçalves: São várias as prioridades e os objectivos- os principais já foram referidos atrás. Pensamos que a curto prazo vamos dar apoio aos processos RCPA de forma gratuita para os nossos associados, na certificação dos percursos profissionais dos treinadores e, por outro lado, promover workshops na área do treino com nomes internacionais da nossa modalidade. Por fim, trabalhar para que a Assembleia Geral de 2022 seja concorrida e que mostre a vitalidade da nossa classe. Bem hajam a todos.

 

Scroll To Top