Free surf numa praia que conhece bem: Matosinhos. Free surf numa praia que conhece bem: Matosinhos. Foto: Ricardo ventura

Itens relacionados

  • Tiago Faria
    Nova semana, novo talento do surf a ser revelado…
  • Tomás Nunes
    Da zona oeste rumámos até à costa sul portuguesa em…
  • Gustavo Viana
    Fomos até à zona oeste descobrir um dos novos talentos…
  • Tomás Arroja
    Fomos até à Praia da Barra descobrir o novo perfil…
terça, 20 março 2018 17:45

Manuel Villas-Boas

Aproveita para ficar a conhecer um novo valor do surf nacional… 

 

Neste início de primavera decidimos manter-nos pela região norte e conhecer mais um talento local que vive e respira o Surf intensamente. Chama-se Manel Villas-Boas e faz de Matosinhos a sua praia local e palco de treinos regulares. 

 

Nome?

Manuel Villas-Boas. 

 

Idade?

17 anos. 

 

Praia local?

Matosinhos. 

 

Estudos?

Estou no 11º ano a estudar Economia

 

Anos de surf?

Faço surf desde os 7/8 anos. Por isso, já lá vão 10 anos dentro de água. 

 

Quiver?

5’7 da ORG. Adoro as pranchas, nos últimos anos só encomendei pranchas desta marca. 

 

"Cada vez há mais putos a partir tudo,

o que me dá ainda mais pica para treinar"

 

- Foto: Abílio Meneses

 

Porque escolheste praticar surf?

Antes do surf fiz vários desportos. Judo, natação, rugby, mas a minha paixão sempre foi o futebol. Até ao dia. Como vivo em frente ao mar, surgiu a ideia cá em casa de eu e a minha irmã irmos surfar. Num verão, acabámos por fazer um campo de férias na Surftraining School, e até ao dia de hoje treino lá. Foi a melhor escolha que fiz na vida. 

 

Pico preferido?

Tenho algumas ondas preferidas, mas a direita dos “Cagas" é top.

 

Última surfada memorável que tenhas feito?

A última surfada memorável talvez tenha sido mesmo em Matosinhos, com o João Cunha Pinto. Estávamos sozinhos no mar e aquela esquerdinha da baía sempre a entrar só para nós. Diverti-me bastante...

 

Maior susto?

Monte Clérigo num verão que passei lá com o pessoal da Surftraining. Houve um dia em que estava grandito e lembro-me que nunca quis tanto sair da água como dessa vez. (risos)

 

Última viagem de sonho?

Nunca viajei para fora do país para surfar, mas, sem dúvida, adorei uma semana do verão na costa vicentina a apanhar altas ondas todos os dias. 

 

"Adoro os treinos, porque é um pouco da descontração

do free surf com a concentração dos campeonatos"

 

- Foto: Ricardo Ventura

 

Competição ou free surf?

Gosto tanto do free surf como da competição. No free surf sinto-me relaxado e descontraído, na competição focado e nervoso. Adoro os treinos, porque é um pouco da descontração do free surf com a concentração dos campeonatos. 

 

Como está o surf atualmente?

O surf está a crescer de dia para dia. Cada vez há mais putos a partir tudo, o que me dá ainda mais pica para treinar. O único problema é a quantidade de crowd, cada vez é mais pessoal na água, e quase todos sem a mínima noção do que é saber estar dentro de água.

 

Quem é a tua grande inspiração nacional e internacional?

O Kikas é, sem dúvida, a minha inspiração a nível nacional. É um orgulho ver o nosso país tão bem representado - e ele merece todo o mérito. A nível internacional sempre tive aquela paixão pelo surf do John John. 

 

Mensagem a deixar?

Não sou muito bom nestas coisas, mas queria agradecer ao meu treinador (Mokas) por tudo o que fez por mim, à minha Irma pela pica que me deu e pela companhia que me fez durante estes anos todos de surf. Obrigado também à Surftotal pela oportunidade que me deram. Boas ondas!

 

- Foto: Ricardo Ventura

 

--

Segue-nos no Facebook & Instagram

Perfil em destaque

  • Tiago Faria Tiago Faria

    Nova semana, novo talento do surf a ser revelado… 

vimeo

 

 

Scroll To Top