As praias da margem sul têm sido foco insistente de reposição de areias. As praias da margem sul têm sido foco insistente de reposição de areias. Foto: DR

Itens relacionados

quarta, 28 novembro 2018 10:39

Mais areia para a Costa de Caparica

Objetivo é restaurar o ecossistema dunar da praia de São João da Caparica…

 

A Câmara de Almada assinou esta terça-feira um acordo de cooperação com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), para restaurar o ecossistema dunar da praia de São João da Caparica, a estância balnear do concelho que mais erosão sofreu após as tempestades do último inverno e primavera de 2018.

 

Para o ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes,, o acordo com o município é a “forma certa” do ponto de vista administrativo.

 

“É evidente que a Câmara Municipal de Almada tem muito mais capacidade pela proximidade que tem, para poder fazer estas intervenções. Não temos a mais pequena dúvida de que a câmara o fará de forma mais diligente, próxima e interessada, do que a APA, que tem quase 900 quilómetros da costa portuguesa para gerir. O Estado central, através da APA, financia esta intervenção e fica encantado e agradecido por a câmara fazer a intervenção”, frisou.

 

VÊ AQUI A LIVE CAM DA COSTA DE CAPARICA

 

Segundo o governante, a recuperação das dunas da praia de São João da Caparica envolve um investimento de “cerca de 60 mil euros”. O ministro do Ambiente revelou também que as praias da Costa de Caparica, em Almada, no distrito de Setúbal, vão receber um milhão de metros cúbicos de areia no próximo ano.

 

“Responsabilizei-me hoje por em maio começar o enchimento com areia das praias da Costa de Caparica. Vai ser um milhão de metros cúbicos, uma empreitada que vai custar aproximadamente cinco milhões de euros, financiada por fundos comunitários”, avançou. 

 

Trata-se de um método de “engenharia natural” que está a ser implementado em praias “por todo o país”. Um investimento de cerca de 130 milhões de euros que visa encher as praias, reconfigurar as dunas, plantar vegetação autóctone, que servem para segurar a areia e proteger do vento ou do avanço do mar. 

 

E o inverno ainda nem começou... 

Perfil em destaque

Scroll To Top