Greenpeace Árctico Greenpeace Árctico
quinta, 20 novembro 2014 14:28

O DEGELO NO ÁRCTICO IMPACTA O SURF?

Frequentemente os surfistas centram a sua preocupação com o oceano nos locais que lhes são mais familiares, e em consequências imediatas como a formação das ondas ou os fundos das praias.

Apesar de distante, o Árctico é determinante na sustentabilidade da Terra, não só devido à sua biodiversidade, que compreende dos ursos polares até animais com nomes estranhos como narvais, mas também porque funciona como o ar condicionado do Planeta. Essa característica é determinante para manter a temperatura do mundo estável, reflectindo grande parte do calor emitido pelo sol de volta para o espaço.

Nos últimos 30 anos, 75% do gelo árctico desapareceu, o que significa que houve uma subida do nível da água do mar.
O Greenpeace, uma das Organizações Não Governamentais mais famosas, tem vindo a alertar para as consequências da intervenção humana no Árctico, particularmente no que à indústria petrolífera diz respeito. De acordo com a sua informação, a extracção de combustíveis fósseis tem sido um dos principais responsáveis no derretimento do gelo, que influi directamente na extinção de espécies locais ao destruir o seu habitat. Adicionalmente, dizem ainda, o risco de um derramamento seria deveras elevado, isto no que é uma das poucas regiões ainda relativamente virgens do planeta.

Além de todos os efeitos ambientais já conhecidos, este facto também influi directamente no surf, já que o derretimento do gelo implica mais água em movimento, que por sua vez implica mudanças, muitas vezes nefastas, no modo e no local em que as ondas são formadas.

Mais informações sobre a campanha aqui.

 

 


Perfil em destaque

Scroll To Top