Uma breve história do campeonato de surf de Pipeline (uma série de 4 artigos) Sean davey/Creative commons quarta-feira, 25 janeiro 2023 11:35

Uma breve história do campeonato de surf de Pipeline (uma série de 4 artigos)

Uma história em 4 partes sobre o campeonato mais importante para o mundo do surf

Estamos neste momento no defeso da época competitiva de surf, e no entanto estamos já com saudades das ondas épicas, dos tubos perfeitos, e do drama competitivo do qual faz parte o World Tour.

A poucos dias para se iniciar o período de espera para o Billabong Pro Pipeline, anteriormente conhecido como «Pipemasters», apresentamos uma série de 4 artigos, onde apresentamos:

 

Uma breve história do campeonato de surf de Pipeline

 

Localizado na costa norte de Oahu, no Havai, este é o evento competitivo mais importante da história do surf, onde campeões se fizeram e se perderam, naquela que é uma das ondas mais incríveis e desafiantes do mundo. Um tubo espectacular de esquerda que rebenta sobre um perigosíssimo e carvernoso recife dá o nome a Pipeline. Enquanto que o tubo que segue para a direita é chamado de Backdoor. Esta é a onda mais perigosa do mundo, e onde mais surfistas perderam a vida. É também considerada, por quase todos os surfistas profissionais, como a melhor onda do mundo.

 

Parte Um

 

Os primeiros anos:

O primeiro campeonato realizou-se a 16 de Dezembro de 1971, organizado pelo ex-campeão do mundo Fred Hemmings. Tinha apenas 6 participantes, um prize Money de mil dólares, sendo que o vencedor foi o Havaiano Jeff Hakman. Na praia encontravam-se menos de 50 espectadores. Era originalmente chamado de Hawaiian Masters.

 

Fred Hemmings a entregar o prémio Jeff Hackman. Crédito: Encyclopedia of Surfing

 

Em 72 e 73 o vencedor foi a lenda, também do Havai, que ficou conhecido como Mr. Pipeline, Gerry Lopez.

 

Gerry Lopez e a sua famosa prancha Lightning bolt. Crédito Surfer Today

 

Em 74 vence pela primeira vez um não havaiano, Jeff Crawford dos Estados Unidos.

Em 1975 o sul-africano Shaun Thompson é o grande vencedor, num campeonato que ficou marcado por condições duríssimas no último dia, consideradas por Rory Russel como “de vida ou de morte.”

 

Shaun Thompson em Backdoor. Crédito: Encyclopedia of Surfing

 

Rory Russel, também havaiano, viria a vencer os dois anos seguintes. Em 76 é quando o campeonato dá o salto para 18 competidores, apresentando já um prize money de 3 mil dólares, e em 77 competem 36 surfistas, é oferecido um prémio para o vencedor de 5100 dólares.  Peter Townshed considerou as finais como “a melhor Pipeline da história do evento” até então.

 

O primeiro domínio australiano

78 e 79, inicia-se a época de domínio australiano – com as vitórias de Larry Blair - que inclusivamente viria a dar muitos problemas aos surfistas australianos que chegaram a ser proibidos de surfar no Havai devido à sua rivalidade com os locais.

Em 1980 vence aquele que viria a ser 4 vezes campeão do mundo, o australiano Mark Richards.

 

Mark Richards e o seu famoso bottom turn. Crédito: Encyclopedia of Surfing

 

Em 1981, vence, em excelentes condições, novamente um australiano, Simon Anderson, num evento que já conta com 66 participantes, e um prize money de 16 mil dólares.

 

Os anos 80, a triple crown e os irmãos Havaianos

 

Em 82 e 83 regressa o domínio havaiano com as vitórias de Michael Ho, e Dane Kealoha. 1983 é também o ano é em que é instituída a prestigiante Triple Crown, cujo título era atribuído ao surfista com melhor performance em Pipeline, Sunset, e Haleiwa.

 

 

Em 1984 o campeonato é encurtado, admitindo apenas 24 surfistas, e considerado um dos melhores de sempre, com ondas entre os 3 e os 4 metros de «dropar» ou morrer, vencendo o norte-americano Joey Buran.

Em 85 vence o goofy-footer australiano Mark Occhilupo, em condições consideradas massivas e brutais.

 

Um jovem Mark "Occy" Occhilupo a iniciar um drop massivo em Pipeline. Crédito thevintagesurfauctions

 

1986, é o ano da vitória do Havaiano Derek Ho, e pela primeira vez na história temos dois irmãos campeões em Pipeline, Derek e Michael Ho (que vencera em 82).

Em 1987, o campeonato admite 112 participantes, e apresenta condições de gala com ondas entre os 2,5 e os 3 metros de altura. O vencedor é o australiano Tom Carroll, iniciando nova época de domínio australiano: 88 vence Robbie Page e em 89 Gary Elkerton.

 

Poderão continuar a acompanhar este artigo aqui na Surftotal. A Parte II sairá amanhã.

 

 

 

Mauri Pipeline Masters 1986-1987 youtube: BODA KFH

Itens relacionados

Scroll To Top