As ondas do Porto jogaram de feição a Marlon Lipke. As ondas do Porto jogaram de feição a Marlon Lipke. Foto: Pedro Mestre/ANSurfistas

Itens relacionados

quarta, 09 maio 2018 11:01

Marlon Lipke, o surfista multifacetado

Conhece a faceta de empreendedor do surfista algarvio… 

 

Todas as imagens por Pedro Mestre/ANSurfistas

 

A Liga MEO Surf 2018 foi até ao norte este fim de semana, para a 2.ª etapa - o Renault Porto Pro - cuja ação foi dividida entre as praias de Matosinhos e Leça da Palmeira. Na tarde de domingo, numa final entre grandes amigos que fica para a história, Marlon Lipke levou a melhor sobre Gony Zubizarreta - 12,00 vs. 10,90 pontos. 

  

Na verdade, a vitória serviu de ânimo a Marlon que hoje em dia se desdobra em múltiplos projetos. Depois da Jam Traction, marca de acessórios de surf que detém juntamente com Gony, o surfista algarvio abriu um café/restaurante apenas de comida biológica. Chama-se Comoba, fica na rua de São Paulo, 101, em Lisboa, no Cais do Sodré, ao lado do Mercado Time Out, usa e confecciona apenas produtos biológicos (até o café, imagine-se). 

 

“Estou muito feliz por vencer, depois de ter estado tanto tempo sem ganhar.

Passar um heat na Liga é cada vez mais difícil e ganhar ainda mais”

 

 

Este novo projeto de Marlon, que é filho de pais alemães mas reside em Lagos há vários anos, mostra a sua veia empreendedora, mas serve para também espelhar a consciência ambiental do veterano surfista que recentemente não hesitou em considerar Portugal de “o melhor país do mundo". 

 

Na competição, especificamente na Liga MEO Surf, Marlon já não vencia há 5 anos, desde 2013 na etapa de Cascais. Mas fê-lo de forma segura e convincente no Porto e, durante a entrega de prémios, aproveitou para lançar o aviso à concorrência de que vai tentar manter o “momentum” na próxima paragem do tour, na Figueira da Foz, que se realizará entre 1 e 3 de junho. 

 

“Sinceramente, não estou a pensar no título.

No início do ano não estava tão preocupado com a competição,

mas vencer dá motivação e vou tentar manter a mentalidade para o próximo campeonato”

 

 

Ao nível da carreira, enquanto atleta, muitas pessoas desconhecem, mas Lipke foi um dos surfistas que já integrou o Championship Tour da World Surf League, para além de ter sido campeão europeu júnior em 2004 e campeão europeu open em 2012. A experiência no WCT foi na temporada de 2009, tendo este conseguido dois 17.º lugares como melhores resultados e terminado o ranking na 44.ª posição.

 

Entre portas, o melhor ranking na Liga profissional foi em 2012 - 4.º lugar na geral depois de uma série de três 3.º lugares consecutivos. Neste momento, com três etapas ainda por disputar, ocupa o terceiro lugar na tabela nacional da temporada 2018, atrás de Gony e Miguel Blanco. 

 

O surfista algarvio está duplamente de parabéns… quer pelo fantástico e merecido regresso às vitórias quer pela abertura do seu novo espaço de restauração em plena cidade de Lisboa - isto depois de ter aberto, há já alguns anos, o Mellow Loco Bar na rua do Ferrador em Lagos. 

Perfil em destaque

  • TIAGO GUERRA - 9 ANOS - LISBOA TIAGO GUERRA - 9 ANOS - LISBOA

    O perfil desta semana chega-nos de Lisboa e, embora a sua idade ainda se conte pelos dedos das mãos, o titulo de campeão já faz parte do seu currículo...

Scroll To Top