Italo Ferreira destacou-se da concorrência em Bali. Italo Ferreira destacou-se da concorrência em Bali. Foto: WSL/Kelly Cestari
segunda-feira, 04 junho 2018 09:32

World Tour com novos rostos na liderança

Camisola amarela muda de mãos após 5.ª etapa em Bali... 

 

Depois das vitórias de Italo Ferreira (Brasil) e Lakey Peterson (EUA) no Corona Bali Protected, a quinta etapa do World Tour que se disputou em altas ondas em Keramas, Bali, Indonésia, as contas do World Tour voltaram a ser atualizadas e revelaram novos rostos na liderança. 

 

No feminino, Lakey Peterson, que já havia vencido na primeira etapa do tour na Gold Coast e acabara de assinalar um segundo lugar no Rio de Janeiro, aproveitou para fazer o assalto à liderança do circuito. 

 

A californiana é agora detentora da “yellow jersey” e deixa a australiana Stephanie Gilmore, que procura o seu sétimo titulo mundial, para já, em segundo lugar. Nas contas do ranking, destaque para Tyler Wright (Austrália) que subiu três lugares e está agora em quarto. 

 

Top 5 do momento: 

1 - Lakey Peterson (USA) 35,630 pts

2 - Stephanie Gilmore (AUS) 34,235 pts

3 - Tatiana Weston-Webb (BRA) 26,105 pts

4 - Tyler Wright (AUS) 23,460 pts

5 - Carissa Moore (HAW) 22,065 pts

 

 

Entre os homens, o brasileiro Italo Ferreira voltou a mostrar nas direitas de Keramas o grande surfista que é. Não só venceu a prova indonésia como provou por A + B que a vitória no Rip Curl Pro Bells Beach, a sua primeira de sempre no CT, não foi um acidente de percurso. 

 

Sobre o desempenho de Italo em Keramas, o 11x campeão mundial Kelly Slater escreveu nas redes sociais: “Velocidade, power, fluidez e variedade. Na onda da 1/2 final frente a Jordy Smith ele até fez um pequeno shuvit só para mostrar que tem um pouco de tudo. Que pensem do nível hoje em dia?”

 

Ferreira subiu dois lugares, afastou Julian Wilson (que desce duas posições) e agarra com unhas e dentes a liderança do tour e a camisola amarela. Também a destacar a subida de três lugares de Michel Bourez, que deixa o taitiano em quarto. “Ace” Buchan e Griffin Colapinto sobem quatro e cinco posições, estando agora em sexto e sétimo lugares do ranking, respetivamente. 

 

Chamada de atenção muito especial para Mikey Wright. O australiano, que tem vindo a competir como "wildcard", tendo participado em 4 das 5 etapas, é agora 12.º classificado (subiu 12 lugares após o 3.º lugar em Bali). Jordy Smith, que também alcançou as meias-finais, subiu mais de 10 lugares e é agora 13.º no ranking, fugindo assim aos lugares de despromoção onde se encontram agora Yago Dora (27.º), Joel Parkinson (28.º), Matt Wilkinson (29.º), Ian Gouveia (32.º) e Connor O'Leary (33.º), entre outros. 

 

Top 5 do momento: 

1 - Italo Ferreira (BRA) 24,995 pts

2 - Filipe Toledo (BRA) 22,820 pts

3 - Julian Wilson (AUS) 21,080 pts

4 - Michel Bourez (PYF) 19,375 pts

5 - Gabriel Medina (BRA) 17,860 pts

 

 

Uma última nota para Frederico Morais que, após três 13.ºs (Gold Coast, Rio e Keramas), um 25.º (Margaret River) e um 5.º lugar (em Bells Beach), ocupa agora o 19.º lugar na tabela mundial (ex aequo com Kolohe Andino) tendo caído quatro lugares no ranking. Kikas ambiciona já por competir em Jeffreys Bay, a sexta paragem do WCT, entre 2 a 13 de julho, onde o ano passado obteve a sua melhor classificação de sempre - 2.º lugar.

 

Para já segue-se o encerramento do Margaret River Pro em Uluwatu (Bali), após confirmação da WSL a 11 de maio. Segundo a organização dos surfistas profissionais, "a restante competição do Margaret River Pro será realizada em Uluwatu, na ilha de Bali, Indonésia, 48 horas após o término do Corona Bali Pro em Keramas”. 

 

Isto significa que, eventualmente, poderemos assistir ao primeiro “call” e ver o retomar da competição ainda esta noite, em Portugal, por volta das 23h00 (que serão 7h em Bali). 

 

Acompanha LIVE aqui

Perfil em destaque

Scroll To Top