banner topf

Itens relacionados

terça, 12 novembro 2019 10:32

SURFISTAS FEMININAS GANHAM TERRENO EM COMPETIÇÕES DE SURF DE ONDAS GRANDES

Mostrando a sua força...

O Quiksilver Invitational in Memory of Eddie Aikau tem um período de espera de 1 de Dezembro de 2019 a 29 de Fevereiro de 2020 e tem na 34ª edição do evento um número recorde de surfistas femininas convidadas.

A prova, que só tem lugar com ondas acima dos 6 metros, junta os melhores big wave riders da atualidade e até hoje só foi realizada por nove vezes, a última em 2016, ano em que Keala Kennelly foi a primeira surfista convidada a participar.

O icónico evento já partilhou a lista de convidados para a nova edição de 2019-2020 e embora nomes como Kelly Slater, Bruce Irons e John John Florence tornem o evento um dos mais desejosos de se assistir, a forte presença feminina trás uma nova energia, mostrando a força do surf feminino em ondas grandes.

A lista de surfistas convidados conta com as havaianas Keala Kennelly, Paige Alms, Emi Erickson e a brasileira Andrea Moller, enquanto a australiana Laura Enever, a californiana Bianca Valenti, as brasileiras Raquel Heckert e Silvia Nabuco, e a francesa Justine Dupont preenchem a lista de alternates femininos.

 

 

Keala Kennelly foi a primeira mulher a vencer uma categoria open nos Big Wave Awards ao vencer o prémio de tubo do ano em 2016  Foto: WSL / TIM MCKENNA

 

 

Se as ondas atingirem consistentemente 6 metros durante o período de espera, a Baía de Waimea receberá as surfistas para competir no evento, mas esta não será a única competição em que o surf de ondas grandes feminino se destaca no havaí.

A Baía de Waimea é também o palco do Red Bull Queen of the Bay, o primeiro evento mundial de ondas grandes exclusivamente para mulheres, que entrou no período de espera em 1 de Outubro indo o mesmo até 21 de Novembro.

A ex-atleta do Championship Tour australiana, Laura Enever, a big rider francesa, Justine Dupont, vencedora na categoria Hydro Flask Women's Performance Award dos WSL Big Wave Awards 2019, e a big rider havaiana, Keala Kennelly, que contam na lista de convidadas do Quiksilver Invitational in Memory of Eddie Aikau, são algumas das surfistas que integram a competição que homenageia mulheres poderosas que trabalharam para quebrar barreiras no surf.

Tal como o evento de homenagem a Eddie Aikau, o Red Bull Queen of the Bay foi adiado em 2017 e 2018 devido à falta de swell apropriado na Baía de Waimea, mas se as condições permitirem a realização de ambos os eventos, os olhos do mundo de certo estarão em ambos os eventos para ver a força destas guerreiras.

 

 

Com apenas 28 anos, Justine Dupont é uma das mais destemidas big wave riders femininas da atualidade  Foto: WSL

 

 

Já os eventos da World Surf League em Maui, no Havai e na Nazaré, em Portugal, que têm um período de espera de 1 de Novembro de 2019 a 31 de Março de 2020,  também são marcados pela presença de big wave riders femininas. Justine Dupont e Maya Gabeira foram convidadas pela WSL para o evento português enquanto o evento havaiano conta, para além da francesa Justine Dupont, com uma lista de surfistas convidadas que inclui as havaianas Paige Alms, Emily Erickson, Keala Kennelly, as brasileiras Raquel Heckert e Andrea Moller, a australiana Felicity Palmateer e a americana Bianca Valenti.

 

 

Maya Gabeira foi a primeira mulher a surfar a maior onda de sempre na Praia do Norte, na Nazaré. Foto: STEFAN MATZKE/GETTY

 

 

A forte presença feminina em eventos de ondas grandes, para além de promover a igualdade de géneros, mostra como estas big riders têm ganho cada vez mais respeito num mundo dominado pelo surf masculino tornando estes eventos de ondas grandes  dos mais interessantes dos últimos anos.

Perfil em destaque

Scroll To Top