20 ANOS DEPOIS, KURT COBAIN CONTINUA PRESENTE Frank Micelotta/Getty

Itens relacionados

quarta, 09 abril 2014 15:56

20 ANOS DEPOIS, KURT COBAIN CONTINUA PRESENTE

Um ícone para uma geração, presença habitual em vários filmes de surf e parte do nosso imaginário


Dia 5 celebrou-se a passagem de 20 anos desde o fatídico dia em que o músico Kurt Cobain foi encontrado morto na sua garagem, em Seattle, com a MTV sintonizada na tv, e o álbum dos R.E.M. 'Automatic for the People' na aparelhagem.

“Já não sinto paixão, por isso lembrem-se, é melhor apagar de uma vez do que desaparecer aos poucos”, lia-se na nota de suicídio. Para trás ficava a marca indelével deixada pelos Nirvana, que com a crueza do seu som acabaram com a era do rock dos anos 80, dos vocalistas cabeludos e com roupas extravagantes, e deram início a um novo movimento, vulgarmente designada como 'grunge'. As letras de Cobain eram cobertas de crítica e raiva perante alguma apatia da sociedade, alienada pelo entretenimento vazio.

A marca de Kurt Cobain e dos Nirvana atravessou gerações, e nunca se tornou indiferente. Goste-se ou não, a sua pegada na história da música ficará para sempre. E a comprovar isso mesmo, amanhã, os Nirvana serão integrados no Rock and Roll Hall of Fame, ao lado de nomes como Peter Gabriel, Cat Stevens ou a E Street Band.

A música dos Nirvana esteve presente no imaginário do surf, não só por surgir em vários filmes, mas porque certamente tocou nos autorádios de muitos surfistas ao longo destes 20 anos. Fica a nossa homenagem.


Perfil em destaque

Scroll To Top