ActivoBank
O amanhecer em Java com o Indonésio Dede Suryana e o Havaiano Gavin Gillete O amanhecer em Java com o Indonésio Dede Suryana e o Havaiano Gavin Gillete

Itens relacionados

domingo, 13 julho 2014 00:00

"AS ONDAS DE MARET" E UMA EQUIPA FANTÁSTICA

Dois anos de “quase” ausência, dois anos de sobrevivência, dois anos de descoberta, dois anos de lealdade.

 

 

AS ONDAS DE MARET  E UMA EQUIPA FANTÁSTICA

 

 

Dois anos de “quase” ausência, dois anos de sobrevivência, dois anos de descoberta, dois anos de lealdade.

 

Nem sei como começar.

Após 22 horas de viagem desde Jakarta, Indonésia, local onde praticamente vivi durante dois anos, eis que “pousei” de novo no nosso pequeno e lindo País...é Verão e há também uma nova energia que se sente. Confesso,que durante as vezes que aqui estive nestes dois últimos anos senti uma energia que me preocupava. Desta vez há claramente mais “alegria” e um novo despontar de optimismo no ar. Que bom ...

 

Tinha de partilhar isto convosco pois considero que estes dois últimos anos acrescentaram muito valor à minha vida, enquanto empresário, enquanto “jornalista”, enquanto surfista, enquanto pessoa.

 

Quando cheguei a Jakarta em 01 de Janeiro de 2012, e tinha ali o objetivo de criar uma marca multimédia de Surf, fui confrontado com tantos “ses” e tantos “nãos”... Surf em Jakarta, impensável, impossível, um programa de surf? Aqui? “Não, são todos Muçulmanos”, “as pessoas não fazem ideia do que é Surf”, “querem estar brancas, têm medo da pele morena”, estas palavras eram as que eu mais ouvia quando há dois anos iniciei o processo de internacionalização da Surftotal.

 

O maior arquipélago do Mundo, 260 milhões de pessoas, 17.000 Ilhas, locais paradisíacos, e o caos de Jakarta, 20 milhões de pessoas, trânsito impossível, o misto de culturas, a diversidade de ambientes, pessoas e fisionomias, cheiros, prosperidade, crescimento e alegria - posso dizer que me seduziram. Foi amor à primeira vista, um sentimento que só é perceptível por quem lá passa.

 

As viagens por Java, a quantidade infinita de ondas excelentes que a Ilha de Java possui, sem ninguém na sua maior parte. Quilómetros e quilómetros de costa ainda pouco ou nada explorada. As viagens por outras ilhas em busca de filmar algumas das melhores ondas do Mundo, em conjunto com alguns dos melhores surfistas indonésios.

 

Que experiência. Que privilégio é fazer aquilo que gostamos.

 

Um sonho que se tornou realidade....

 

É engraçado que, apesar da distância, encontro semelhanças fundamentais entre a sociedade Portuguesa e Indonésia, tais como o colectivismo e a importância dada à família, entre outras.

 

Não me vou alongar muito nas palavras pois quero que muita gente leia isto, e que leia principalmente o que vou dizer agora, pois o chavão diz: “não há ninguém que faça tudo sozinho”, e eu sem as pessoas que comigo trabalham na Surftotal, os parceiros, a minha família e os meus amigos em Portugal e na Indonésia, não teria conseguido alcançar esta Internacionalização.

 

 

Como estamos na Surftotal vou dedicar esta mensagem à melhor, mais empenhada e profissional equipa que qualquer pessoa na minha situação gostaria.

 

Uma equipa com sentido de responsabilidade, paixão, e acima de tudo... lealdade.

 

Um obrigado muito especial, e keep surfing !

 

Pedro Almendra Ribeiro

Perfil em destaque

Scroll To Top