banner topf
Nick Woods a levantar o sino de Bells Beach em 1987. Nick Woods a levantar o sino de Bells Beach em 1987. Foto: DR

Itens relacionados

quarta, 29 agosto 2018 09:51

O caso do sino que desapareceu

Dá-se recompensa a quem tiver o troféu de Bells Beach de 1987… 

  

No outro dia demos com uma história engraçada. Daquelas dos bastidores do Surf que também ajudam a fazer a história do desporto. 

 

Pois bem, como os nossos leitores sabem, o Rip Curl Pro Bells Beach é o mais antigo campeonato de surf profissional do mundo. Realizou-se este ano, nas águas de Bells Beach, uma conhecida praia australiana situada a cerca de 100 quilómetros do sudoeste de Melbourne, perto de Tourquay, uma zona costeira de Victoria, pelo 57.º ano. 

 

O campeonato é, por isso, um dos mais tradicionais do desporto e não há um único surfista da elite que não tenha sonhado um dia em subir ao primeiro lugar do pódio. Além do chorudo e apetitoso prize money, o troféu em si (um sino) também é sui generis e muito cobiçado. Trata-se de uma peça icónica*, única e que na verdade qualquer um de nós gostaria de ter na sala de estar. 

 

Pois bem, aparentemente, o troféu de 1987, que foi conquistado por Nick Woods, está desaparecido e ninguém sabe do seu paradeiro.

 

Segundo reza a história, o sino perdeu-se há cerca de 10 anos quando Nick mudou de casa. Nesse processo de mudança de uma casa para outra, Woods deixou alguns dos seus bens - incluindo o troféu - com um amigo que, mais tarde, os colocou num compartimento de armazenamento. Até aqui tudo bem, mas o facto das mensalidades dessa unidade não terem sido pagas a tempo e horas levaram a que todos os items que se encontravam nesse espaço fossem colocados em leilão público.

 

O sino/troféu acabou por ser vendido, mas não se sabe a quem. Agora, a família Woods está a oferecer uma recompensa, o dobro do valor por que foi comprado, a quem o devolver, esteja na sua posse ou saiba de alguma informação. O objetivo é devolver a peça ao seu dono original - Nick Woods. 

 

Uma última achega sobre este tão especial troféu e Nick Woods, a quem Derek Hynd certo dia deu a alcunha de “Phantom” devido à sua personagem misteriosa, quieta e algo estranha. A vitória de 1987 é bem capaz de ser a mais famosa de Bells beach, pois o australiano defrontou Tom Curren, Shaun Tomson e Barton Lynch até fazer tocar o sino. Com 16 anos de idade, Nick foi o mais novo surfista masculino a vencer um CT e o único, até hoje, a vencer no seu ano de estreia. 

 

* Na verdade, desde 1973, ao vencedor de cada Rip Curl Pro Bells Beach é dado uma réplica artesanal do verdadeiro troféu do evento (que é maior). Mas é a tradição e a sua natureza única que tem feito das réplicas um dos mais ambicionados troféus do mundo do surf. 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top