banner topf
Tomás Fernandes foi o único português a receber um wildcard. Tomás Fernandes foi o único português a receber um wildcard. Foto: WSL/Poullenot

Itens relacionados

sexta, 21 setembro 2018 08:28

Tomás Fernandes junta-se ao QS10,000 da Ericeira e aumenta presença lusa para 4 elementos

Feita a divulgação dos restantes três wildcards… 

 

Bem, já sabemos e já o dissemos várias vezes que o EDP Billabong Ericeira Pro, QS10,000 que inicia já na próxima segunda-feira em Ribeira d’Ilhas, é uma das mais importantes etapas da Qualifying Series 2018. 

 

Acontece que é a terceira prova de graduação máxima a acontecer esta temporada e, depois da Ericeira, já só restam outros dois QS10,000 no Havai (Haleiwa e Sunset Beach). 

 

Assim, os pontos em jogo valem ouro e podem mesmo assegurar a qualificação para o World Tour do próximo ano. Com entrada direta no evento que tem lugar na Reserva Mundial de Surf, devido ao facto de se encontrarem dentro do top 100 do ranking WQS, encontram-se Vasco Ribeiro, Frederico Morais e Miguel Blanco. 

 

Dos seis wildcards disponíveis três já eram conhecidos e já tinham sido convocados pela World Surf League: o australiano Matt Wilkinson (escolha da WSL internacional), o italiano Leo Fioravanti e o francês Kauli Vaast (ambos escolhas da WSL Europa). 

 

Hoje ficámos também a saber que Justin Becret (França) e Eithan Osborne (EUA), ambos juniores, foram os escolhidos pela direção do evento. Tomás Fernandes também se junta à festa ao receber o último convite, feito pelo Ericeira Surf Clube e Câmara Municipal de Mafra, compondo assim a armada lusa no campeonato com 4 valiosas participações

 

Round 1 - Miguel Blanco

Round 2 - Tomás Fernandes, Vasco Ribeiro e Frederico Morais

 

O facto da organização não ter optado por escolher mais atletas nacionais e até mesmo locais está a gerar alguma polémica. Pedro Soeiro Dias, Diretor de Marketing da Despomar, começou por dizer que a empresa "respeita inteiramente todos os comentários pessoais", explicando logo de seguida que "Como ficou claro na conferência de imprensa de hoje, seja pela premiação seja pela altura do ano, este QS10,000 é tremendamente importante. E, por isso, tem uma dimensão internacional. Esta dimensão verifica-se também, obviamente, ao nível do investimento. Se assim não fosse, era completamente impossível este evento ter voltado para a Ericeira. Isto é fundamental. Este não é um evento nacional."

 

Já sabem, a partir de segunda-feira, convém chegar cedo à praia, a fim de evitar confusões de trânsito e estacionamento.

Fica sintonizado para mais novidades. 

Perfil em destaque

Scroll To Top