banner topf
Billy Kemper aqui na imagem e Vasco Ribeiro avançaram à ronda 2 Billy Kemper aqui na imagem e Vasco Ribeiro avançaram à ronda 2
sábado, 16 novembro 2019 22:59

VASCO RIBEIRO INICIA EM FORÇA A SUA CAMPANHA NO HAVAI SEGUINDO PARA A RONDA DOIS DO HAWAIIAN PRO

No segundo dia do evento...

O Hawaiian Pro, penúltima etapa da Qualifying Series com estatuto de 10.000 pontos, entrou hoje no segundo dia de provas em  Haleiwa, Oahu, Havai, com ondas a rondar um metro e meio a dois a dois metros com o swell entrar de oeste proporcionando excelentes condições neste dia do evento em que o surfista portugues Vasco Ribeiro competiu no último heat da ronda 1 contra o campeão mundial de ondas grandes Billy Kemper (HAW), Brodi Sale (HAW) e Mihimana Braye (FRA).

 

Vasco foi o primeiro surfista a abrir as hostilidades ao surfar uma direita em que executou um bom carve e finalizou com uma combinação de 3 batidas obtendo dos juris um pontuação de 6.50 em 10 pontos possíveis.

 

O surfista da linha do Estoril manteve-se calmo e utilizou a sua prioridade aos 20 minutos do heat arrancando para a direita, destruindo a onda com muita autoridade realizando duas batidas fortes finalizando com dois carves monstruosos, o que lhe valeu a sua melhor nota,  um 7.67.

 

Billy Kemper mostrou a sua experiência local numa onda grande do set e executou várias manobras muito sólidas conquistando um 8.33 subindo para o segundo lugar, atrás do surfista português.

 

Nesta altura do heat, sem a prioridade, Vasco procurou oportunidades para substituir o seu backup de 6,50, embora sem sucesso.

 

Já o havaiano Billy Kemper arrancou novamente numa onda grande do set e executou um carve poderoso com uma batida sólida terminando muito bem com uma combinação de carve layback e uma batida forte obtendo a melhor nota do evento até então de 9.40 tirando Vasco Ribeiro do primeiro lugar.

 

O jovem havaiano Brodi Sale mostrou muita vontade de competir com o seu surf progressivo, mas arriscou muito nas manobras aéreas não conseguindo completar e infelizmente, a 10 minutos de terminar o heat, arriscou num aéreo em que caiu mal acabando por sair da água mais cedo com bastante dor no tornozelo.

O Tahitiano Mihimana Braya, que se encontrava em terceiro lugar no heat com a sua melhor onda de 7.13, a cinco minutos do final conseguiu realizar uma onda pontuada com um 7.50 atirando Vasco Ribeiro para o terceiro lugar. No entanto, Vasco permaneceu calmo e a dois minutos do final do heat apanhou uma bomba do set e controlando muito bem a velocidade conseguiu encaixar três manobras sólidas, o que lhe valeu um 7.00 e lhe permitiu subir para o segundo lugar, atrás de Billy Kemper, avançando assim para a ronda 2.

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top