Itens relacionados

quarta-feira, 29 abril 2020 10:51

PRÁTICA DE SURF VAI SER PERMITIDA EM ESPANHA A PARTIR DE 4 DE MAIO

Conhece o plano do governo para a redução de etapas por fases...

 

Espanha tem sido um dos países europeus mais afetados pela pandemia de covid-19.

Depois de mais de 40 dias confinados em casa, os surfistas do nosso país vizinho podem brevemente voltar ao surf, segundo declarações do Presidente do Governo, Pedro Sánchez, no passado dia 25 de Abril, que anunciou que a partir de 2 de Maio será possível praticar desportos individualmente.

Ontem o presidente deu mais detalhes sobre o plano de redução de etapas por fases que o Executivo está a preparar e que tem inicio no dia 4 de Maio.

Cada província ou ilha seguirá o plano ao seu próprio ritmo, por um mínimo de 15 dias em cada fase, dependendo se a evolução da pandemia é positiva ou não.

Segundo um documento oficial preparado pelo governo espanhol publicado no Diário AS Espanha, na fase 0 serão permitidos desportos de ação como o surf, a corrida, o ciclismo, entre outros.

 

 

Foto: MIKE BLAKE / REUTERS

 

 

Na fase 1 está prevista a abertura de centros de alto desempenho para profissionais destes desportos.

A fase 2 permitirá espetáculos e atividades desportivas ao ar livre com capacidade limitada. Isso significa que só pode ser ocupada 1/3 da capacidade do espaço ou acolher menos de 400 pessoas contanto que estejam sentadas e mantenham a distância necessária.

Nesta fase é também permitida a abertura de espaços fechados para praticar desportos nos quais não há contato ou em que o risco de contágio é moderado, mas sem audiência.

Já na fase 3, " espetáculos e atividades desportivas serão permitidos em espaços ao ar livre com capacidade menos limitada; e em espaços fechados (apenas para praticar desportos nos quais não há contato ou em que o risco de contágio é moderado), mas limitando o público a "1 pessoa por cada 20 m2".

O documento destaca a necessidade de cumprir as regras relativas à distância, bem como a limitação de movimento entre províncias ou ilhas até que a Fase 3 seja aprovada, o que ocorreria no mínimo - se a evolução da curva de contágio for mantida positiva - 6 a 8 semanas.    

Perfil em destaque

Scroll To Top