Itens relacionados

terça-feira, 06 outubro 2020 08:57

CONDIÇÕES PESADAS MARCAM O PRIMEIRO DIA DO BOOST MOBILE PRO

Na Austrália...

O primeiro dia de provas do Boost Mobile Pro Gold Coast, parte do Grand Slam of Surfing Australiano da World Surf League (WSL), arrancou ontem em ondas pesadas de 1,5 a 2 metros em South Stradbroke Island.

Ao longo do dia o evento viu as melhores condições que o WSL Countdown tem oferecido, com tubos ocos, picos móveis, pranchas partidas e licras arrancadas das costas dos competidores no lineup.

Liam O'Brien pontuou a primeira nota excelente do dia com um 8,67 no seu heat na ronda 1. O'Brien usou o seu conhecimento local para aproveitar ao máximo o tubo espesso e critico.

O'Brien, junto com Mitch Crews, foi recompensado pelos seus esforços quando a sua licra foi arrancada pelo mar, tal era a sua força, e teve o prazer de terminar o seu heat apenas com calções de banho.

 

 

Jack Robinson foi um dos destaques no primeiro dia do evento Foto: WSL

 

 

Jack Robinson também foi um destaque na ronda 1 com um belo tubo nos primeiros segundos que lhe rendeu um 7.17 ao qual juntou um backup de 7.07 que lhe permitiu reservar o seu lugar nos quartos de final.

Também na ronda 1, o Wildcard Chris Bennetts deixou em combinação dois dos melhores surfistas da Austrália, usando anos de conhecimento local para derrotar os futuros atletas olímpicos Owen Wright e Stuart Kennedy com um total combinado de 15,74.

Jack Robinson encontrou a onda do dia nos quartos de final, apesar do vento norte e da maré a vazar, com uma combinação de tubo e aéreo que rendeu um 9.67. Esta foi a pontuação mais alta do dia numa única onda e granatiu-lhe a passagem para as semifinais.

 

Macy Callaghan avançou até às semi-finais deixando Stephanie Gilmore e Tyler Wright para trás Foto: WSL// CAIT MIERS

 

 

No lado feminino, a 7x campeã mundial Stephanie Gilmore foi eliminada nos quartos de final com uma pontuação total em 2 ondas de 1,50 por Macy Callaghan, que garantiu uma vaga nas semifinais.

Já se passou muito tempo desde que Gilmore teve um resultado como este, ilustrando o quão poderoso estava o lineup no primeiro dia do evento.

Enquanto isto, a bi-campeã mundial Tyler Wright foi eliminada na ronda 1, também por Macy Callaghan, que se anunciou como um forte candidata ao título de campeã do Boost Mobile Pro Gold Coast.

 

 

Soli Bailey fez um aéreo monstruoso Foto:WSL / KELLY CESTARI

 

 

Demonstrando como a onda pode ser pesada e difícil, Piper Harrison partiu duas pranchas no heat 3 da ronda 1 feminina e precisou de pedir uma nova prancha ao seu irmão, Piper. Por sua vez Soli Bailey fez um aéreo monstruoso, deixando os fãs em êxtase.

Os dois heats dos quartos de final masculinos restantes serão disputados hoje, antes das finais, quando o evento for retomado, às 22 horas de Portugal Continental.

 

 


Perfil em destaque

Scroll To Top