segunda-feira, 16 novembro 2020 11:19

JOHN SHIMOOKA ENCONTRADO MORTO EM CASA

Na Austrália...

 

O surfista e ex-atleta de elite John Shimooka foi encontrado morto na sua casa em Sutherland Shire, Austrália  na manhã de segunda-feira.

Shimooka deixou o seu nome no tour mundial no final dos anos 1980, antes de ressurgir nos anos 1990, em grande parte com ajuda do seu amigo Sunny Garcia, que o impulsionou a voltar a pôr-se em forma após um período em que o surfista deixou de surfar e passava as noites em festas na Califórnia. Em 1995, de volta ao tour, os dois surfistas havaianos mostraram a força do seu surf ao competirem na final em Bells.

Shimooka mudou-se para a Austrália em 1999 e retirou-se do tour aos 29 anos após o nascimento de seu filho Brandon.

O emblemático surfista manteve-se sempre ligado ao mundo surf como comentador e mais tarde como general manager do Surfing NSW, onde trabalhava desde 2018.

Shimooka, que perdeu a mulher em 2019, faleceu aos 51 anos de idade deixando para trás o seu filho de 21 anos.

 

 

 

A morte de Shimooka deixou a comunidade de surf em choque e foram vários os surfistas que já mostraram o seu pesar por esta perda, como Tom Carroll, Lisa Anderson e Kelly Slater, entre outros.

A Surfing NSW também mostrou o seu pesar pela morte de Shimooka num comunicado no seu site:

“A equipa do Surfing NSW está profundamente angustiada com a morte de um dos nossos, John Shimooka, nas primeiras horas da manhã de segunda-feira.

Um talentoso ex-surfista do tour mundial, comentador e cinturão preto de Jiu Jitsu,‘ Shmoo ’era um membro muito querido da comunidade do surf global e da família Surfing NSW.

Ele será lembrado pela sua paixão e estilo de vida, bem como pela sua energia e entusiasmo.

Todos na nossa organização se juntam ao seu filho, Brandon, família imediata e à sua extensa rede mundial de amigos, para lamentar a sua perda.

É o nosso dia mais triste.

Vamos comemorar e celebrar a vida de John nos dias e semanas que virão. ''

 

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top