sexta-feira, 27 novembro 2020 11:02

COMUNIDADE DE SURF DA AUSTRÁLIA DESCONTENTE COM INSTAGRAMERS E EMPRESA DE MODA

Por usarem as suas relíquias naturais sem compreenderem o seu valor cultural...

Cactus Beach, na Austrália, é um destino remoto e pouco conhecido, que tem sido protegido pelos surfistas locais há décadas.  A área de campismo de Point Sinclair e as ondas de Cactus Beach tornaram-se sagrados para a comunidade de surf australiana.

Situado abaixo do Grande Deserto de Vitória, entre a Península Eyre e a interminável planície empoeirada e vermelha de Nullarbor, o local é uma verdadeira Meca para o surfista australiano hardcore, mas está a receber atenção não desejada promovida por instagramers, e mais recentemente por uma empresa de moda – a PrettyLittleThing.

A empresa de vestuário de moda com sede no Reino Unido fez uma parceria com a Comissão de Turismo da Austrália do Sul para filmar uma campanha apresentando algumas das maravilhas naturais do estado.

O lago MacDonnell, um lago salgado na península ocidental de Eyre, perto da planície de Nullarbor, atrás da área de campismo de Point Sinclair, frequentemente chamado de lago rosa e azul, tornou-se um dos principais pontos turísticos da Austrália do Sul e bastante famoso no instagram.

A exposição do local na rede social atrai inúmeras pessoas ao lago, que é dividido por uma faixa única que também serve como a única estrada para Point Sinclair, o que tem causado incómodo e descontentamento aos locais.

Mas a marca parece determinada em usar a beleza natural da área como pano de fundo de um desfile de moda tornando a estrada numa passerelle, um evento apoiado pela Comissão de Turismo, que parece não ver o local com os mesmos olhos que a comunidade local, que tanto a quer preservar.

 “Mesmo que gostem, há um milhão de formas melhores de promover esta costa do que com uma empresa de merda de fast fashion(...) trazem pessoas que não a entendem, erguem uma monstruosidade gigante, enviam-na para o mundo e depois vão se embora. Se querem apoiar o turismo, encontrem uma maneira melhor de o fazer do que irritar todo mundo que mora aqui. ”- disse um surfista local

O desfile estava programado acontecer dia 19 de novembro, e seria transmitido ao vivo globalmente, no entanto um dia antes do evento, toda a Austrália do Sul entrou em confinamento devido a um surto de Covid, o que deitou por água abaixo os planos da marca.

Embora o motivo que levou ao cancelamento do evento não fosse o melhor, esta foi de certo uma boa notícia para os surfistas locais, resta ver por quanto tempo uma vez que a marca já anunciou que  quer avançar com o desfile num futuro próximo.

 

Perfil em destaque

Scroll To Top