quarta-feira, 13 janeiro 2021 10:54

“A MELHOR ONDA QUE VI SER SURFADA ESTE INVERNO”

Disse Kelly Slater sobre a onda submetida por Ethan Ewing na Vans Triple Crown...

Com a competição de surf no Havai suspensa pelo estado havaiano devido ao crescente número de casos de covid, os surfistas têm aproveitado as condições do mar para filmar as suas sessões de surf nos três locais de prova que compõem a Vans Triple Crown que este ano tem um novo formato digital.

Os 125 competidores masculinos e femininos elegíveis para participar na prestigiada competição havaiana só têm de enviar os clipes das suas duas melhores ondas em cada um dos três locais de competição do evento: Pipeline, Sunset Beach e Haleiwa, para consideração do juiz e muitos foram os surfistas que já submeteram as suas ondas.

As inscrições oficiais começaram dia 21 de dezembro de 2020 e terminam dia 15 de janeiro de 2021 e muitos já são os vídeos que podemos ver no site da prova, submetidos por alguns dos maiores nomes do surf havaiano e mundial.

Sem relógio, sem heats e sem licras, a competição deste ano dá a possibilidade aos surfistas de inovarem, de serem mais experimentais e extrovertidos nas sessões para os clipes que irão enviar, como afirmou o havaiano Nathan Florence, que atualmente ocupa o terceiro lugar no ranking da etapa de Sunset Beach com uma onda pontuada com 13 pontos, atrás de Billy Kemper e Torrey Meister, que ocupam o primeiro e segundo lugar, com 15.7 e 14.2 pontos, respetivamente.

Nathan também está bem posicionado na etapa de Pipeline onde ocupa o segundo lugar com 40 pontos, atrás de Koa Rothman que lidera com 42,7 pontos.

Os vídeos submetidos não param de chegar pelo que muitas mudanças poderão surgir uma vez que muitos dos vídeos ainda estão à espera de serem pontuados.

John John Florence tem-se destacado na etapa de Haleiwa, onde ocupa o topo do ranking com 56.6 pontos deixando em combinação Jack Robinson, Torrey Meister, Conner Coffin e Billy Kemper, que ocupam a segunda, terceira, quarta e quinta posição com 46,9 pontos, 46,4 pontos, 42,8 pontos e 42,2 pontos, respetivamente.

O bicampeão havaiano surfou uma direita espetacular em Haleiwa que lhe valeu uma pontuação quase perfeita, 29,4 pontos em 30 possíveis, mas o australiano Ethan Ewing ja veio roubar os holofotes do surfista havaiano com uma onda, ainda não pontuada, que Kelly Slater descreveu como a melhor onda que já viu ser surfada este inverno, que podes ver no vídeo abaixo.


Perfil em destaque

Scroll To Top