HÁ 4 VÍDEOS DO NORTH SHORE QUE NÃO DEVES PERDER REEF Brand at https://www.reef.com/ambassadors/mason-ho.html
quarta-feira, 20 janeiro 2021 14:26

HÁ 4 VÍDEOS DO NORTH SHORE QUE NÃO DEVES PERDER

Com a brutal crise que atravessamos, a cada dia que passa, o mundo reinventa-se. Os próprios hábitos de consumo no digital sofreram uma alteração significativa que impactou na maneira como nos relacionamos com o universo do surf.

Talvez seja por isso mesmo que nos últimos 6 meses assistimos a uma quantidade brutal de surfistas que criaram os seus próprios canais de Youtube onde partilham rotinas, treinos e, claro, as suas melhores sessões. Alguns não descartam um pouco mais de diversão e comédia.

Assim, através destes vlogs que contemplam actualizações (na sua maioria dos casos semanais), temos uma experiência mais honesta, crua e verdadeira o que nos faz, enquanto espectadores, sentir mais próximos dos surfistas que gostamos de acompanhar.

O recurso a uma maneira de filmar não tão convencional (e longe daquilo que são as grandes produções cinematográficas do surf) acaba por nos aproximar do interlocutor, o surfista, e da sua cultura de vida.

Jamie O’Brien (que já conta com mais de meio milhão de seguidores no seu canal) parece ter sido um dos vanguardistas desta “nova” maneira de comunicar. Mas do Havai também é possível seguir a rotina de Koa Rothman há já algum tempo. Mason Ho, com as suas libertinas e criativas sessões acompanhadas pelas jam sessions frenéticas de Jimi Hendrix, também é uma referência ímpar.

O sucesso destes canais mencionados pareceu suscitar interesse em outros surfistas, alargando o espectro dos vlogs que podemos acompanhar. Nathan Florence, Ítalo Ferreira e os Smith Brothers também podem ser seguidos com atenção. Mais recentemente, a um nível internacional, os irmãos Colapinto criaram o canal Cola Bros. Num panorama nacional (não incluindo o nosso contador de histórias João Kopke) também Nic Von Rupp e, há menos tempo, Francisco “Xico” Alves apostaram neste tipo de conteúdo.

 

Mas, vamos ao que interessa. As ondas no North Shore durante as duas primeiras semanas de Janeiro estiverem de gala. E muitos surfistas nos proporcionaram grandes clips. O cenário foi perfeito para o “Digital Vans Triple Crown”. Como já tínhamos noticiado em Dezembro, este ano a mítica competição ocorre num formato 100% digital em que Apresentando os três surf breaks icónicos de North Shore - Haleiwa, Sunset e Pipeline - 125 competidores masculinos e femininos elegíveis enviarão imagens das suas melhores duas ondas em cada local, para um total de seis ondas. Com um prémio total de 200.000 dólares em jogo, os vencedores masculinos e femininos serão coroados em cada evento, enquanto os candidatos ao título da Triple Crown precisarão de obter as melhores pontuações de todos os três surfs breaks combinados para reivindicar o campeonato”. Ou seja, cada surfista, e não precisa de estar no WSL, deve submeter um clip daquela que considera a sua melhor onda nos vários spots que integram este formato da competição.

Deviam, porque a submissão dos clips terminou na passada sexta-feira, dia 15 de Janeiro.

 

Mas, de regresso aos vlogs (e é aqui que agradecemos a sua existência), com o North Shore a produzir ondas de perfeição incalculável e os melhores do mundo, e locais, a desafiaram as ondas dos vários spots, a maioria dos canais lançou vídeos de nos deixarem boquiabertos. Com muita acção, surf de excelência e, incontornavelmente, algumas quedas.

Deixamos a nossa sugestão de quatro vídeos imperdíveis:

 

Ítalo Ferreira Havai 2020 – resumo:

 

Koa Rothman pede wax ao “GOAT” – Kelly Slater e atira-se a umas bombas:

 

Griffin Colapinto e uma das mais agressivas quedas em Pipeline:

 

 

Mason Ho desafia o recife:

 

 

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top