quinta-feira, 22 julho 2021 09:57

Vídeo viral de uma turista a perturbar uma foca-monge no Havai deixa o estado indignado

e leva a uma investigação de assédio a animais selvagens...
 
 
 
Vídeo viral no Tik Tok causa indignação e apelos por educação
No início desta semana, um vídeo de uma turista proveniente de Louisiana a perturbar uma foca-monge em Kauai, no Havai, rapidamente se tornou viral e deixou os Havaianos indignados. Cada vez mais são os vídeos e fotos de turistas a perturbar animais selvagens a circular nas redes sociais, um acto que o estado considera desrespeitoso e um crime federal.
 
 
 
 
 
O incidente está a ser investigado pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional 
 
Segundo Justin Kollar, Promotor de Justiça de Kauai, assediar uma foca-monge da forma como a turista mostrou no vídeo que se tornou viral é um crime segundo a lei do Havai, punível com até cinco anos de prisão e uma multa de 10.000 dólares, pelo que o assunto está a ser investigado pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional.
 
 
 
 
 
Viajantes poderão vir a ter de assinar um documento oficial reconhecendo certas regras ao viajar para o Havai
 
O Havai pretende que os turistas que se deslocam às suas ilhas observem a vida selvagem com respeito e em conformidade com a lei.
Na última sessão do Senado foi votada uma resolução que exige que os viajantes assinassem um documento oficial reconhecendo certas regras, semelhante ao formulário do Departamento de Agricultura exigido em todos os voos. A resolução do Senado não foi aprovada na Câmara, mas, segundo a senadora estadual Bennette Misalucha, o recente vídeo viral da violação da vida selvagem pode renovar o interesse.
 
 
 
 
 
As palavras da senadora estadual Bennette Misalucha:
 
“Levar os turistas a fazer uma promessa vai permitir que respeitem os nossos valores culturais, bem como se certifiquem de que estão cientes da fragilidade do nosso  meio envolvente.”
 
 
 




 
 

Perfil em destaque

Scroll To Top