sexta-feira, 24 setembro 2021 07:57

Dia decisivo de competição no US Open reduziu para 16 as competidoras femininas e 24 os competidores masculinos

Ontem em Huntington Beach...
 

O US Open of Surfing Huntington Beach, a primeira etapa da Challenger Series (CS), entrou ontem num dia de ação decisivo para concluir a Ronda 2 masculina e feminina em ondas a rondar um metro. Do lado feminino, o leque de competidoras está agora reduzido a 16, enquanto os competidores masculinos foram reduzidos a 24.
 
 
 
Caroline Marks fez a melhor onda do evento até agora
 
A atleta olímpica dos EUA,Caroline Marks (EUA) superou o seu heat da Ronda 2 ao pontuar uma nota quase perfeita, 9,00 pontos de 10 possíveis, a melhor pontuação atribuída pelos juízes a uma única onda no evento até ao momento.
 
 
 
Caroline Marks. Foto: WSL / Morris
 
 
 
Alyssa Spencer fez o melhor total combinado do dia 
 
Alyssa Spencer (EUA), eclipsou os totais combinados do dia ao pontuar 14,84 (em 20 pontos possíveis). O ataque de frontside da competidora de Encinitas, Califórnia, liderou o caminho para as esquerdas que entraram no lineup deixando as suas oponentes em situação de combinação, o que significa que precisavam de duas novas pontuações para igualar a pontuação de Alyssa Spencer, quando a buzina soou.
 
  
 
Alyssa Spencer. Foto: WSL / Morris
 
 
 
Sawyer Lindblad eliminou Teresa Bonvalot  no heat 3

A surfista californiana Sawyer Lindblad juntou-se a Caroline Marks na Ronda 3 após  eliminar a ex-atleta do CT Keely Andrew (AUS) e  Teresa Bonvalot, que era vista como uma forte ameaça nesta primeira etapa da Challenger Series. 
 
Já Vahine Fierro dominou o lineup no heat 2 e eliminou a campeã mundial júnior de 2018, Kirra Pinkerton (EUA), passando para a fase seguinte  ao lado da ex-atleta do CT Dimity Stoyle (AUS).
 
 
 
Vahine Fierro. Foto: WSL / Morris
 
 
 
Coco Ho fez o segundo melhor total combinado do dia e Yolanda Hopkins juntou-se às 15 atletas que vão competir na Ronda 3 

A havaiana Coco Ho conquistou um total impressionante de 14,50 pontos no heat 4, o segundo melhor total combinado do dia, seguida da japonesa Sara Wakita que arrecadou 14.03 pontos. A surfista japonesa passou assim para a Ronda 3 ao lado da portuguesa Yolanda Hopkins.
 
 
 
Os surfistas masculinos que passaram à Ronda 3 em Huntington Beach
 
O vice-campeão do US Open de 2019, Liam O’Brien (AUS), não perdeu o ritmo em Huntington Beach após uma paragem de dois anos e destacou-se na Ronda 2 ao lado do peruano Alonso Correa. A onda pontuada com um 7,33 pontos colocou O'Brien na liderança antes de adicionar um 5,13 e garantir uma grande vitória sobre os ex-atletas do CT Caio Ibelli (BRA) e Matthew McGillivray (ZAF).
 
 
 
 
Liam O’Brien. Foto: WSL / Morris
 
 
Cole Houshmand (EUA) adicionou o seu nome à lista de talentos em ascensão de San Clemente, Califórnia, descobertos em 2019 e ontem mostrou ser um concorrente a temer na Challenger Series. O frontside agressivo do jovem de 20 anos e a habilidade de surfar nas condições da maré alta provaram ser letais quando deixou Lucas Silveira (BRA) na segunda posição no heat 10 e eliminou a ameaça australiana Jordy Lawler (AUS) e o ex-atleta do CT Willian Cardoso (BRA).
 
 
 
Cole Houshmand. Foto: WSL / Morris
 
 
Kade Matson também obteve uma vitória massiva sobre Kanoa Igarashi (JPN), que também avançou para a Ronda 3, Evan Geiselman (EUA) e Reef Heazlewood no heat 12, o último da Ronda 2.
 
O destaque brasileiro, Edgard Groggia deu show no penúltimo heat da ronda e venceu Shane Sykes (ZAF), que também avançou, João Chianca (BRA) e Maxime Huscenot (FRA). Groggia fez um grande trabalho em condições difíceis e pontuou um total de 12,80 pontos.
 
 
 
Edgard Groggia. Foto: WSL / Nichols
 
 
O evento está neste momento em standby e tem nova chamada às 15:30 para um possível início às 16:05 para a realização da Ronda 3 masculina com a Ronda 3 feminina em stanby.
 
 
 
 
 

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top