A polícia reuniu-se após o incidente na tarde de sábado, 25 de setembro de 2021 em Huntington Beach, disseram as autoridades. (Foto de Mindy Schauer, Orange County Register / SCNG) A polícia reuniu-se após o incidente na tarde de sábado, 25 de setembro de 2021 em Huntington Beach, disseram as autoridades. (Foto de Mindy Schauer, Orange County Register / SCNG)
domingo, 26 setembro 2021 09:34

Policia abate a tiro um homem na zona do US Open of Surfing

Homem estava armado e recusou-se obedecer à policia. 

 

A polícia atirou e matou um homem à queima-roupa em Huntington City Beach na tarde de ontem, sábado, enquanto testemunhas em choque assistiam e gritavam do cais e da ciclovia. O trágico incidente aconteceu por volta das 15h15. na areia, a sul do cais de Huntington Beach na zona onde atletas e staff da WSL se encontravam.

Testemunhas afirmam que três policiais perseguiram um homem de t shirt branca e calções quando este passou sob o píer. Segundo a polícia o homem tinha uma arma e, quando não obedeceu a “múltiplas ordens ”, estes abriram fogo.

 

Competição da World Surf League já tinha terminado :

A competição da World Surf League já tinha terminado no momento em que o tiroteio aconteceu, disse um porta-voz da World Surf League em um comunicado.

“A WSL está ciente do incidente que ocorreu perto do local do evento de Huntington Beach após o término da competição naquele dia. Todos os atletas e funcionários estão seguros e sob controle ”, disse o comunicado.

 

Finais adiadas este Domingo?

Não é claro se o ultimo dia deste WSL Challenger Series decorrerá este Domingo devido à investigação accionada.

 

Investigação accionada:

Os investigadores do Xerife do condado de Orange estão a trabalhar com a polícia de Huntington Beach para investigar o tiroteio, disseram as autoridades.

 

Ativistas locais começaram a organizar-se em torno da morte do cidadão:

Ativistas locais começaram a organizar-se em torno deste tiroteio e planeiam ações, pedem que os policiais envolvidos sejam responsabilizados, disse Tory Johnson, membro fundador do Black Lives Matter-Huntington Beach.

“É contra isso que lutamos. Estamos a lutar contra a agressão policial, sejam eles negros, castanhos, roxos ”, disse Johnson. “O que dizemos é que a policia não pode continuar a matar minorias e não pode tratar as pessoas de uma certa maneira só porque elas parecem diferentes  de ti ou porque não se encaixam no conceito de um cidadão comum na nossa cidade”.


Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top