sexta-feira, 04 outubro 2013 00:00

MICK FANNING VENCE QUIKSILVER PRO FRANCE 2013

E pode se sagrar campeão mundial já em Peniche!

Le Penon foi o palco deste último dia de competição na costa sudoeste de França. Com ondas bem divertidas de esquerda e direita a rondar 1 metro de altura, não faltaram condições para os 8 homens em prova exporem as suas melhores manobras e possibilitar um show de surf para os espectadores.

Na primeira bateria do dia o actual campeão do mundo, Joel Parkinson, enfrentou o seu compatriota Kai Otton, "Otto" que estava a fazer uma prova exemplar. Com alguma controvérsia, Parko acabou por levar a melhor e passou para as meias-finais com uma pontuação total de 15,77pts contra os 13.60 pontos de Kai, ficando assim à espera que os seus rivais directos não fossem capazes de igualar o seu resultado.
Para azar de Joel, Mick Fanning viria a fazer a melhor pontuação da ronda no heat seguinte com a sua combinação total de 17.00 pontos. Mick apanhou as melhores ondas da bateria e tirou o máximo partido das mesmas, não dando qualquer hipótese a John John Florence que, apesar do seu esforço, não foi capaz de acabar com as aspirações de Fanning.
A grande surpresa da ronda viria a ser a eliminação de um dos mais fortes candidatos ao título que aconteceu na terceira bateria. Kelly Slater não esteve à altura dos incríveis voos de Filipe Toledo e acabou em 2º, comprometendo assim a possibilidade de se sagrar campeão mundial pela 12ª vez.
A quarta e última bateria da ronda viu os finalistas do Rip Curl Pro Peniche 2012 surfarem novamente um contra o outro. Desta vez, a sorte esteve do lado de Gabriel Medina. Com duas ondas muito bem surfadas, o brasileiro superou Julian Wilson, e completou as meias finais "australianas e brasileiras".

Nas meias-finais, as baterias viriam a ser "Austrália vs Austrália" e "Brasil vs Brasil" visto que Joel Parkinson surfou contra Mick Fanning e Filipe Toledo contra Gabriel Medina.
Mick Fanning voltou a ser o mais consistente e com uma melhor escolha de ondas, foi superior ao seu amigo de infância e rival directo na disputa pelo título, Joel Parkinson.
Na "batalha brasileira" foi Gabriel Medina quem se destacou e transitou para a final, deixando Filipe Toledo num fantástico 3º lugar. Medina

A final decorreu já com condições um pouco piores às que estavam nas rondas anteriores mas, ainda assim, não impediram um final emocionante de mais uma excelente edição da etapa francesa do World Championship Tour.

O australiano, com o seu surf extremamente rápido e sem quebras na linha, conseguiu um 7,83 e 8,83 pontos e mostrou que não são necessários aéreos para conseguir notas altas. Gabriel Medina ainda conseguiu fazer uma nota de 8,50 com uma onda muito bem surfada (aéreo reverse com rotação completa no ar e batida na junção para finalizar) mas a sua segunda nota de 6,50 não foi suficiente para ficar à frente de Fanning.

Com este resultado, Mick Fanning agita as contas do título e poderá já garantir a vitória do circuito na próxima etapa, o Rip Curl Pro Peniche 2013 que decorre já no período de 9 a 20 de Outubro! Para alcançar a vitória e de acordo com Renato Hickel da ASP, Mick terá de vencer a prova e esperar que Kelly Slater não vá além de um terceiro lugar na prova portuguesa!

Será que Mick Fanning se sagra campeão em Peniche?

Continua a acompanhar a emocionante disputa pelo título mundial aqui, na tua SurfTotal.

Perfil em destaque

Scroll To Top