Foto: Rui Oliveira Foto: Rui Oliveira

Itens relacionados

sábado, 11 outubro 2014 11:38

JADSON ANDRÉ VENCE O CASCAIS BILLABONG PRO... OUTRA VEZ!

Jadson venceu Stuart Kennedy na final disputada na Praia do Guincho há momentos, e volta a ser feliz em Portugal.


 

Está terminado o evento Prime que animou a Linha de Cascais nos últimos dias, mais precisamente a Praia do Guincho - onde acabou por se desenrolar toda a prova. Na final estiveram Jadson André e o australiano Stuart Kennedy, a grande surpresa do evento.

 

Para chegar à final,  Jadson começou por vencer um dos favoritos nos quartos-de-final, Jordy Smith, de forma categórica com um par de ‘oitos’, que lhe valeram um total de 16.77 pontos, contra 12.54 de Jordy.


De seguida Jadson bateu o compatriota Wiggolly Dantas nas meias-finais, novamente com autoridade. Stuart Kennedy, por sua vez, venceu o experiente Jeremy Flores nos quartos de final, com 16.03 pontos, contra os 12.00 do francês. Já na meia-final, frente a outro australiano, Julian Wilson, Stuart não se atemorizou e mantendo-se muito activo na água, conseguiu um 8.50 e um 7.67 que o levaram até à final. A emoção de Stuart era notória, e já na areia ao ser entrevistado, revelando bom humor, disse: “Pelo menos 20 mil dólares já ganhei, o Julian tem muito dinheiro, e eu preciso dele”.




Na final, Jadson entrou com um ritmo frenético, até chegar à nota 7 ao qual somou um 5.33, que deixava Stuart em combinação. O jovem australiano ainda tentou reentrar na luta, primeiro com um 4.43, seguido de um 3.83, mas Jadson estava imparável, e atacava onda atrás de onda. O brasileiro, para quem Portugal é definitivamente ‘terreno sagrado’,  sentenciou a final com duas ondas seguidas que atacou de forma incisiva, mostrando estar em perfeita harmonia com o mar e com a sua prancha. Tudo fluía para Jadson, que somou primeiro um 7.43, seguido de um 8.33… e estava decidida a final. O brasileiro volta assim a ser feliz em Portugal, onde já no ano passado venceu esta etapa, e desta forma garante o primeiro lugar no ranking QS, a presença no World Championship Tour do próximo ano e um prémio de 40 mil dólares. Uma palavra também para Ítalo Ferreira, que para além de seis pontos numa mão, levou os dois mil euros de prémio da Expression Session, bem merecidos depois de ter recuperado de uma queda aparatosa.



Perfil em destaque

Scroll To Top