Itens relacionados

terça, 13 janeiro 2015 14:02

'CASO' EDDIE ROTHMAN: WSL CONTRA ATACA

Depois do forte ataque do líder dos Da Hui a vários nomes ligados à World Surf League (antiga ASP), chega finalmente uma resposta por parte da organização, na figura de Dave Prodan.

 

 

Foram já dois os vídeos em que surge Eddie Rothman a tecer fortes críticas às WSL, essencialmente sobre o impacto da organização no Havai. O último, todavia, foi o mais direto de todos, com ‘Fast’ Eddie a atacar diretamente algumas das figuras principais da entidade que regula o surf mundial. Podes rever o vídeo, aqui. Entre a lista de acusações estavam:


- A WSL cortou os fundos prometidos para o DaHui Backdoor Shootout.
- A WSL ameaçou proibir o canal de TV havaiano Oceanic Surf de transmitir eventos que envolvessem os Da Hui.
- Que Randy Rarick tentou por tudo “acabar com o evento Duke Kahanamoku Contest” e “roubou a casa a uma pura velhota havaiana por 1/4 do valor de mercado”.
- Que Paul Speaker “compro o Big Wave Tour só para o enterrar”.


Ontem, em entrevista à Tracks, o Vice Presidente para a Comunicação da World Surf League, Dave Prodan, tratou de rebater as acusações do havaiano. 


Em relação ao Backdoor Shootout, disse: “As relações entre a WSL e o Backdoor Shootout incluem apenas sancionar os atletas do CT que participam num prova não sancionada pela WSL. Nunca envolveu quaisquer fundos da WSL”.


Sobre o Oceanic Surf, veio outro desmentido. “É totalmente falso. O canal Oceanic tem sido um apoio firme para o surf profissional e esperamos continuar essa relação no futuro”.


Também a questão do Big Wave Tour não passou sem resposta. “A WSL tem muito respeito pelo valor do BWT, e patrocina os eventos e as suas transmissões com as mesmas equipas que usa para o CT. Tivemos duas provas excelentes esta época no Perú e no País Basco. Makua Rothman (filho e Eddie), está na sua primeira época a competir no BWT e numa boa posição para ganhar o título”.


Sobre as restantes alegações do havaiano no último vídeo, estas pecam por serem imprecisas, como se lê no artigo. A verdade é que esta ‘cruzada’ de Eddie contra o poder vigente não deve estar sequer perto de abrandar. Atenção aos próximos episódios…

Perfil em destaque

Scroll To Top