quarta-feira, 31 março 2021 15:17

António Laureano pode ter surfado a maior onda do mundo, na Nazaré

Esta onda, de cerca de 30 metros, coloca Tony a caminho de um Guinness World Record

Foi num dia de ondas históricas na Nazaré, 29 de Outubro de 2020, no início de mais um temporada de ondas grandes na Nazaré, que o Big Rider português António Laureano, de apenas 18 anos, surfou em tow in (puxado na mota de água pelo seu pai Ramon Laureano) uma das maiores ondas da historia do surf mundial.

Atualmente, já candidato à maior onda da época no circuito Big Waves da World Surf League (WSL), Tony aguarda por uma medição oficial da onda, que se prevê ter mais de 24.38 metros, batendo, assim, o registo de Garrett Mcnamara e do brasileiro Rodrigo Koxa, o recordista atual, igualmente com uma onda no canhão da Nazaré.  Assim, Tony tem a expectativa e a ambição de concorrer ao Guiness World Record e escrever mais uma página portuguesa no livro dos recordes.

“Nas Big Waves, quando estamos em cima da prancha, a adrenalina tira-nos a real perceção da onda que estamos a surfar. Não fazia ideia de que a onda tinha sido tão grande, mas quando todo o pessoal das motas de água começou a aplaudir e a gritar é que me apercebi que não tinha sido apenas mais uma onda. Assim que vi as imagens tive a certeza de que esta era a maior onda da minha vida e que podia ter batido o recorde do mundo”, revelou o Big Rider do Canhão da Nazaré.

Seja qual for o resultado da homologação da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, da World Surf League e do Guinness, o jovem passa a ser o português com a maior onda alguma vez surfada e  concretiza um sonho de carreira.

 

 

António é o mais novo Big Rider do circuito das Big Waves da WSL e apanhou esta onda por sorte do acaso:

“Nem era para ser minha. Tinha acabado de cair e foi o meu pai que, ao ver que um outro surfista tinha cancelado a onda, me perguntou “Queres ir?”, ao que eu respondi sem hesitar “Bora!” e assim que larguei o cabo era impossível sair. A velocidade e o descontrolo foram brutais.”, explica Tony Laureano.

Tão novo, o Big Rider já conta com um vasto histórico de prémios: o Prémio Revelação Gigantes da Nazaré; Prémio Maior Onda na Remada do evento EDP Mar Sem Fim, entre outros, e ainda a distinção de surfista mais jovem de sempre a enfrentar o canhão da Nazaré, bem como a nomeação para a WSL Big Wave Awards.


Itens relacionados

Scroll To Top