Jato de água preta preocupou veraneantes Jato de água preta preocupou veraneantes Gazeta das Caldas
sexta-feira, 03 setembro 2021 10:03

Jato de água preta lançado para o mar preocupou veraneantes no Bom Sucesso

Trata-se de um teste de dragagem na Lagoa de Óbidos.

No dia 20 de agosto, durante duas horas e meia, os sedimentos provenientes da Lagoa de Óbidos foram lançados para o mar na praia do Bom Sucesso, tornando a água castanha e preocupando os veraneantes, que questionaram de que forma estes sedimentos da Lagoa afectariam a qualidade da água do mar.

Segundo a Gazeta das Caldas, Frederico Lopes, presidente da Junta de Freguesia do Vau, pediu explicações à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) sobre o decorrer desta acção durante a época balnear.

Num relatório da APA, a agência explica que a cor escura dos sedimentos deve-se ao facto de serem “parcialmente constituídos por argilas, siltes e areias lodosas”,  e que não foi detectado “qualquer tipo de contaminação conforme atestam os resultados dos ensaios de sedimentos e de monitorização da qualidade da água realizados na zona de deposição logo após o teste”.

 

Poluição na Lagoa de Óbidos

Note-se, no entanto, que a Lagoa de Óbidos tem um histórico de problemas relacionados com a poluição. Um artigo do Público de 2002 conta que foi enviada uma queixa a Bruxelas devido ao cheiro “insuportável” das águas. O responsável da ACPLAA, uma das associações autoras da queixa, explicou que "Os pescadores apanham de tudo menos peixes”, e que “ninguém pode alimentar-se do que vive naquelas águas". Também houve reclamações mais recentes, como esta, do ano passado, ainda referente ao mau cheiro da Lagoa.

Um estudo sobre o impacto ambiental para as dragagens apurou que os sedimentos à superfície da Lagoa se apresentaram "ligeiramente contaminados com mercúrio, o que estará relacionado com actividades poluentes existentes no passado". Acrescenta que, depois do projecto de despoluição da Lagoa, "a presença de substâncias poluentes na água terá sido reduzida nos sedimentos superficiais, permanecendo a contaminação nos sedimentos em profundidade."

 

Itens relacionados

Perfil em destaque

Scroll To Top