Miguel Blanco a voar pelos céus de Bali. Miguel Blanco a voar pelos céus de Bali. Foto: Diogo d'Orey
terça, 03 maio 2016 10:05

MAIS SURF E VIAGENS NA MIRA DE MIGUEL BLANCO

O ponto da situação com um dos mais ativos surfistas lusos da atualidade... 

 

O Miguel Blanco, 20 anos, é um daqueles surfistas que gostamos de ver a surfar. Surf power e bem desenhado, veloz e vertical q.b., mas ao mesmo tempo sempre acompanhado de uma boa dose de diversão. Factor essencial para o sucesso na água. Aproveitando a sua presença no Komune Bali Pro, o QS1000 que está a ter lugar em Keramas até ao próximo sábado, decidimos investir num ponto da situação. 

 

Fala-nos um bocadinho dos teus objetivos para os próximos meses. Saíste do QS da Martinica diretamente para a Indonésia onde és o único português a participar no Komune Bali Pro. Que se segue? 

Os meus objetivos são os mesmos, passam por fazer vários campeonatos e embarcar em viagens em simultâneo, desde que dê para conciliar as duas coisas. Por isso é que estou aqui no Komune Bali Pro, para competir e para surfar, e vou ficar aqui um mês também para fotografar. 

 

Como tem estado o surf por Bali?

Têm estado altas ondas por aqui! Estou em casa do fotógrafo Diogo d’Orey, temos surfado altas ondas e estamos a fazer, sem dúvida, o melhor trabalho de fotografia que alguma vez fiz na minha vida. Isto está a dar frutos… 

 

"[A Rip Curl] deu-me a oportunidade de entrar noutros projetos,

viajar mais e fazer surf que, no fundo, é o que eu mais gosto"

 

Tens estado muito ativo nos últimos meses, quer a viajar quer a competir em vários eventos. Isso é fruto da parceria feita no início do ano com a Rip Curl?

Sim, tenho estado muito ativo nestes últimos tempos e isso deve-se, claro, ao facto de ter feito uma parceria com a Rip Curl. Esta deu-me a oportunidade de entrar noutros projetos, viajar mais e fazer surf que, no fundo, é o que eu mais gosto. 

 

A que achas que se deve a ronda de bons resultados que registaste nos últimos meses? Andas mais motivado e focado? Esclarece-nos… 

Tenho feito uns bons resultados este ano e acho que tudo se deve ao novo trabalho que tenho feito. Desde janeiro fiz uma espécie de pré-época completamente diferente de tudo aquilo que tinha feito até hoje e a verdade é que está a dar frutos, está a dar resultados. Sinto-me melhor do que nunca, quer fisicamente quer psicologicamente, e tenho-me divertido muito, como é óbvio, a fazer surf. 

 

“Fiz uma pré-época completamente diferente de tudo aquilo

que tinha feito até hoje e a verdade é que está a dar frutos"

 

Para terminar, Liga Moche. Vais falhar a etapa do Porto (13 a 15 de maio) ou voltas a tempo?

Não vou a tempo da Liga Moche no Porto, pois estou na Indonésia a treinar e a apanhar boas ondas, ainda por cima nesta altura do ano em Portugal as ondas são horríveis e não se passa nada, mas chego a tempo da etapa da Praia Grande, Sintra (3 a 5 de junho). Chego um dia antes, após ter passado pela piscina do Dubai. 

- Miguel Blanco a pôr o surf no pé ao cruzar a perfeição indonésia. Foto: Diogo d'Orey

 

--

Entrevista: AF // Fotografia: Diogo d’Orey

 

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top