terça-feira, 05 outubro 2021 22:33

O dia em que o Campeão Olímpico Italo Ferreira não terminou o seu heat !

Boas ondas e muita acção no 3º dia de Competição em Ribeira D'Ilhas...

 

O terceiro dia de prova(decorreu esta terça feira 5 de Outubro) do MEO VISSLA PRO ERICEIRA, 2.ª de quatro etapas do Challenger Series, em Ribeira d'Ilhas, na Ericeira decorreu com ondas de um metro a metro e vinte, tendo sido realizadas as cinco baterias que faltavam para terminar a 1.ª ronda da prova feminina e ainda de mais 10 baterias do 2.º round masculino. As condições complicaram-se ao longo do dia, com as pontuações a baixarem, e pelas 16h foi necessário interromper a prova devido a um nevoeiro denso que surgiu em Ribeira d’Ilhas. A mesma foi retomada às 17h20 para a realização dos heats 9 e 10 o 2.º round masculino.

 

 

Este dia foi marcado pela positiva pela passagem à segunda fase de prova das Portuguesas Teresa Bonvalot e Carolina Mendes, juntando-se estas a Yolanda Hopkins que ontem tinha já garantido uma vaga na ronda 2.

 

 

 

Pela negativa o português Vasco Ribeiro foi eliminado:

Vasco Ribeiro acabou por ser eliminado nos últimos minutos da bateria. O surfista da Praia da Poça, que foi campeão mundial júnior em 2014 nestas mesmas ondas de Ribeira d’Ilhas, até começou bem, com uma onda de 8 pontos, e manteve-se no 2.º lugar da bateria durante algum tempo, mas a poucos segundos do fim tudo mudou. O australiano Jackson Baker fez uma onda que lhe valeu 8,53 pontos, e subiu à liderança do heat com 15,80 pontos (em 20 possíveis). Em 2.º lugar ficou o francês Kauli Vaast, com 13,93 pontos (em 20 possíveis).

 

 

 

Italo Ferreira sai do seu heat a 8 minutos do fim - Cansaço?

Pelo caminho, neste round 2 da prova, ficou o campeão Olímpico Ítalo Ferreira que saiu da água a 8 minutos do fim da bateria, quando estava em 3.º lugar. O brasileiro termina assim a participação na 2.ª etapa do Challenger Series na 37.ª posição, num heat em que o norte-americano Nat Young venceu (13,27 pontos em 20 possíveis) e em que o brasileiro Thiago Camarão (11,67 pontos) alcançou a 2.ª posição a segundos do fim. Ítalo não foi além dos 10,77 pontos na bateria.  Italo Ferreira afirmou estar cansado quando saiu do seu heat a 8 minutos do final, embora seja uma situação menos comum !

 

 

 

Cooper Chapman brilhou ao fazer a melhor onda da prova: 9,33 pontos em 10 possíveis:

No último heat do dia ainda houve tempo para o australiano Cooper Chapman brilhar, com a melhor onda da prova: 9,33 pontos em 10 possíveis. O atleta de 27 anos, que não foi além de um 73.º lugar na primeira prova do Challenger Series está motivado e tem-no demonstrado nas prestações em Ribeira d’Ilhas.

 

 

 

Itens relacionados

Scroll To Top