sábado, 10 maio 2014 21:27

PEDRO HENRIQUE DESTACA-SE NO SEGUNDO DIA DO SUMOL PORTO PRO

Prova prossegue amanhã, com call às 8 horas



O segundo dia do Sumol Porto Pro, a terceira etapa da Liga MOCHE, que decorre desde ontem na Praia Internacional, viu hoje concluídas mais duas fases da prova masculina, bem como a primeira feminina.

 

Em boas ondas de meio metro, os melhores surfistas nacionais continuaram a mostrar bom surf perante o muito público interessado que apareceu neste Sábado de sol e calor.

 

Logo a partir das 8h da manhã deu-se início à segunda fase da prova masculina, onde surgiram as primeiras surpresas. Surfistas como Ivo Cação, Luca Guichard, Guilherme Fonseca, João Kopke, João Guedes (local do Porto e campeão nacional em 2009) ou Nicolau Von Rupp – vencedor desta prova em 2011 – terminaram por aí as suas prestações, contrariando os resultados que obtiveram até aqui na Liga MOCHE 2014.

 

Já na terceira fase, o maior destaque vai para Pedro Henrique, brasileiro radicado em Portugal, que conseguiu o maior score do dia, 16 pontos em 20 possíveis, igualando a prestação de Frederico Morais ontem.

 

“Comecei bem a bateria e consegui acertar dois bons aéreos. O vento que se fez sentir durante a tarde estava propício a esse tipo de manobras, o que me deixou bastante satisfeito,” afirmou o ex-campeão mundial júnior e ex-atleta da elite mundial, que assim passou para a fase homem a homem na primeira etapa da Liga MOCHE em que participa.

 

Em destaque nesta fase estiveram também Frederico Morais, Vasco Ribeiro, Ruben Gonzalez, Eduardo Fernandes, José Ferreira, Justin Mujica e Tomás Fernandes, todos igualmente com presença garantida nos quartos de final.

 

José Ferreira, finalista na etapa anterior, foi o responsável pela segunda melhor pontuação total do dia (15 pontos), mostrando o seu elevado grau de concentração na Liga MOCHE deste ano.

 

“Consegui escolher boas ondas e aplicar o meu surf nelas, o que me deixou bastante confiante. Adoro esta etapa, pois tem muito bom ambiente e público atento, sempre a puxar por nós... aliás, sinto-me mesmo em casa, aqui,” confessou Zé Ferreira.

Eliminados neste terceiro round ficaram surfistas como o vice-campeão nacional Miguel Blanco, Edgar Nozes, Francisco Alves, Joackim Guichard, Miguel Mouzinho e Filipe Jervis, bem como as boas surpresas João André e Pedro Coelho.

 

Na primeira fase da prova feminina, destaque para Constança Coutinho e Yolanda Sequeira, que venceram as suas baterias, à frente de atletas como as ericeirenses Ana Sarmento e Carina Duarte – campeã nacional em título.

 

Teresa Bonvalot, actual líder do ranking nacional e Camilla Kemp, vice-campeã em 2013, foram as outras vencedoras das baterias dos quartos de final, com Kathleen Barrigão e Leonor Fragoso a juntarem-se-lhes nas meias finais.

 

Amanhã o Sumol Porto Pro tem novamente o call marcado para as 8h da manhã,na Praia Internacional, que muito provavelmente verá a conclusão desta terceira etapa da Liga MOCHE ao início da tarde.

 

Ao nível dos troféus paralelos, estão igualmente em disputa no Sumol Porto Pro as qualificações para os Moche Wildcards da etapa portuguesa do circuito mundial, a Malibu Expression Session, que atribui 500€ à melhor manobra e ainda o Ramirez Júnior Award, que irá premiar a melhor surfista sub-16, também com 500€ extra.

 

Todas as etapas da Liga MOCHE têm transmissão em directo no MEO Kanal 202020; pela internet, em www.liga.moche.pt; na app mobile Surf MOCHE, bem como na RTP, através de resumos dedicados.

Fotos: Rita Neves

Itens relacionados

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top