Maiores quantidades de microplásticos foram encontradas no sal vendido na Indonésia. Maiores quantidades de microplásticos foram encontradas no sal vendido na Indonésia. Foto: DR

Itens relacionados

sexta, 30 novembro 2018 11:42

Novo estudo revela microplásticos em 90% das marcas de sal 

Pesquisa vem confirmar dados já revelados no passado…

 

Um novo estudo vem confirmar o que já havíamos revelado no passado: que o sal de mesa, o sal que usamos regularmente na cozinha, detém microplásticos. Este estudo debruçou-se sobre as produções no mar, em lagos e em terra. 

  

Os microplásticos foram encontrados no sal marinho há vários anos, mas o quanto estão espalhados no tempero que usamos diariamente foi sempre uma questão por responder. Até agora. 

 

Uma nova pesquisa revelou microplásticos em 90% das marcas de sal de mesa de todo o mundo. Das 39 marcas de sal testadas, 36 continham microplásticos. Com base em estudos anteriores, esta nova pesquisa foi a primeira que visou observar a distribuição geográfica dos microplásticos no sal de mesa e a sua correlação com a localização da poluição plástica no ambiente.

 

Amostras de sal de 21 países da Europa, América do Norte e do Sul, África e Ásia foram analisadas. As três marcas que não continham microplásticos são de Taiwan (sal marinho refinado), China (sal refinado) e França (sal marinho não refinado produzido por evaporação solar). O estudo foi publicado em outubro na revista Environmental Science & Technology.

 

As maiores quantidades de microplásticos foram encontradas no sal vendido na Indonésia. A Ásia é um “hot spot” da poluição de plásticos, e a Indonésia - com mais de 54 mil quilómetros de costa - foi classificada num estudo independente de 2015 como tendo o segundo pior nível de poluição de plástico do mundo.

 

O estudo foi o quinto a ser publicado nos últimos anos sobre esta temática. 

Perfil em destaque

Scroll To Top