Itens relacionados

quinta, 20 novembro 2014 11:41

VÍDEO DA NASA MOSTRA MOVIMENTAÇÃO DE DIÓXIDO DE CARBONO NO PLANETA

Em 2014 os níveis de dióxido de carbono na atmosfera bateram recordes no Hemisfério Norte.

 

Um supercomputador da NASA deu aos cientistas uma espantosa perspetiva sobre a forma com o dióxido de carbono (CO2) se movimenta através do nosso planeta. 

 

As camadas de dióxido de carbonoso movimentam-se e mudam de forma à medida que os ventos dispersam os gases do efeito de estufa dos seus pontos de emissão. A simulação também mostra as diferenças entre os níveis de CO2 entre os Hemisférios Norte e Sul.

 

Nas imagens é possível observar o desenvolvimento da ‘mancha’ de CO2 ao longo de um ano (2006), entre a América do Norte, Europa e a Ásia. Servem estas imagens - para além de dados importantes para os cientistas -, como um alerta para uma situação cada vez mais preocupante. As elevadas emissões de CO2 são o fator que mais influencia as alterações climáticas.

 

O nosso planeta não consegue absorver sequer metade das emissões de CO2, que permanece na atmosfera, com as consequências que se conhecem: aumento das temperaturas globais, aumento do nível do mar, e todas as implicações a estes fenómenos associadas.

 

Na Primavera deste ano, pela primeira vez na história moderna, o dióxido de carbono na atmosfera ultrapassou as 400 partes por milhão, no Hemisfério Norte. Antes da Revolução Industrial, o nível de concentração de CO2 era de 270 partes por milhão. Os gases que provocam o efeito de estufa continuam a aumentar, muito por culpa dos combustíveis fósseis.

 

Para teres acesso mais detalhado aos nívea de CO2 por zona, basta seguires este link: NASA


Perfil em destaque

Scroll To Top