Uma história verídica que merece ser partilhada. Uma história verídica que merece ser partilhada. Foto: DR

Itens relacionados

terça, 28 agosto 2018 10:48

O Surf como ferramenta para melhorar a saúde mental

Casos são cada vez mais recorrentes... 

 

A história foi inicialmente partilhada pelo Huffington Post e centra-se em Grant Trebilco que, após sofrer de depressão e ansiedade por mais de uma década, acabou por ter um ataque psicótico que o atirou para um hospital de doenças mentais de Sidney. 

 

Aí, foi diagnosticado com transtorno bipolar e durante 10 dias confrontou a doença que se apoderou de si e de que nunca falou a ninguém. Após esse período, regressou a casa, a Nova Zelândia, para estar com a família e gozar de momentos de descanso. 

 

Foi precisamente nessa altura que a recuperação da sua saúde mental começou. Foi com as idas regulares ao surf juntamente com o seu pai, que também sofre de transtorno bipolar, que as coisas começaram efetivamente a melhorar. 

 

O Surf, mais do que simplesmente um desporto que é capaz de deixar qualquer um em boa forma física, carrega também uma forte componente emocional que acaba por fazer a diferença. É o seu lifestyle, a sensação de liberdade, o facto de estarmos em contacto com o Oceano e expostos a todos os elementos… Tudo isso, quando conjugado, tem um tremendo impacto na nossa pele e por consequência na nossa mente. 

 

Em França, por exemplo, a prática de Surf já foi prescrita como remédio ou terapia (substituindo os químicos habituais), obtendo-se resultados surpreendentes entre os pacientes. Estudos apontam que a prática de desportos ditos Outdoor revelou-se especialmente benéfica às pessoas que sofrem de doenças ou transtornos mentais.

 

 

 

Por esse motivo, são vários os hospitais e clínicas no mundo que já promoveram experiências de surf em doentes mentais. É que a sensação de surfar uma onda é algo único e apaixonante, apresentando resultados francamente positivos e de forma quase imediata. 

 

Bem, mas da história de Grant Trebilco o que há realmente a reter é que a prática de Surf cura. Com o tempo, tem vindo a ficar provado que a prática de surf regular funciona (também) como terapia e ajuda a lidar com vários sintomas onde se destacam a depressão, insónias, ansiedade e casos de transtorno mental, entre outras doenças. 

 

Alguns dos principais benefícios resultantes da prática de Surf

 

- Limpa a mente;

- Reduz o stress e melhora significativamente a disposição;

- O ato de dormir melhora com a atividade regular;

- Aumenta os níveis de confiança e a autoestima; 

- A resposta de pessoas autistas à experiência do Surf é sempre positiva;

- As frustrações e a tristeza desaparecem quando se entra na água. 

 

Moral da história: Surfando mais seremos cada vez mais felizes e, por conseguinte, gozaremos também de uma melhor e mais apurada saúde mental. 

 

Aloha! 

Perfil em destaque

Scroll To Top