ActivoBank
"DEI À MINHA MULHER E À MINHA MÃE STRESS SUFICIENTE PARA UMA VIDA" Terry Houston
domingo, 15 dezembro 2013 14:34

"DEI À MINHA MULHER E À MINHA MÃE STRESS SUFICIENTE PARA UMA VIDA"

As palavras de Mick Fanning depois do título.

 

Ontem, houve festa para todos os gostos. Claro que alguns - Kelly Slater, entenda-se - talvez esperassem outro desfecho. Mas a verdade é que Mick Fanning não deu hipóteses ao norte-americano 11 vezes campeão do mundo, e garantiu para si o terceiro título mundial. Em resposta, Slater avançou que está de volta no próximo ano, caindo por terra a notícia de abandono do Tour, como podes ler aqui

 

O australiano de 32 anos é o novo campeão mundial depois de uma prestação excelente e condições épicas ontem no Billabong Pipe Masters in Memory of Andy Irons, em Pipeline, Havai. O mundo do surf esteve de olhos postos na prova, e vibrou com cada resultado de Mick Fanning no último minuto.

 

Com ondas de 3 a 4 metros, Banzai Pipeline e as vitórias de Fanning mesmo no final de cada heat ficarão para a história. Foi assim no Round 5 contra C.J. Hobgood (USA), 34 anos, e nos quartos contra Yadin Nicol (AUS), 28 anos. A passagem às meias finais permitiu-lhe assim garantir o título, deixando Kelly Slater de mãos atadas.

 

“Não foi fácil,” dizia Fanning depois do Round 5 contra Hobgood. “Se queres ganhar um título mundial, tens de dar tudo. Basicamente, esperei 28 minutos até que aquela onda chegou. Ouvi todos a gritar na praia e perebi que ia ser uma boa excelente. Veio no momento certo e foi definitivamente um momento mágico para mim", confessou. 

 

Nessa altura, quando lhe perguntaram por Kelly, mostrou-se tranquilo e disse que não tinha de pensar nisso, pois iria entrar antes do norte-americano na água. E só dependia de si mesmo! E assim foi. Nos quartos, Mick entrou no primeiro heat, enquanto Kelly iria só no terceiro. E não deu hipóteses. Depois de, mais uma vez, ter estado em desvantagem logo no início do heat contra Yadin Nicol, e a precisar de um score muito alto para vencer o heat, a onda surgiu de novo. Um novo tubo no final da bateria deixava Fanning e o público em êxtase à espera do resultado. Fanning sai da água e é no areal que ouve a nota: 9,70 pontos de 10 possíveis davam-lhe a vitória no heat (17,03 pontos contra 16,90 de Nicol) e o título de campeão mundial da ASP em 2013. 

 

"O título mundial é algo para a quase se trabalha um ano inteiro, mas às vezes sentimos que se resume ao último dia e as eliminatórias finais", disse Fanning. "Tenho certeza que dei à minha mulher Karissa e à minha mãe stresse suficiente para uma vida inteira. Eu não estava muito preocupado, agora que penso nisso. Eu sabia o que eu precisava fazer e se a oportunidade surgisse, sabia que podia fazê-lo. Essa oportunidade veio em ambos os heats hoje. É uma sensação incrível", concluiu. 

 

  

  

 

 

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top