quarta-feira, 18 dezembro 2013 09:31

'O TRABALHO CONSEGUE VENCER O TALENTO'

Sofia Santos voltou às Maldivas e trouxe um video novo

 

A promessa do surf nacional, atleta da Guincho Surf School, esteve pela segunda vez nas Maldivas e partilhou com a SurfTotal a experiência. "Já tinha estado nas Maldivas o verão passado, e adorei! Não hesitei em repetir a viagem este ano. Quando lá estive em 2012 foi tudo uma grande novidade. Este ano já me sentia completamente ambientada, mas não foi por isso que a experiência foi menos intensa! Nesta viagem pude contar com o apoio da marca Paez Shoes, da Boardculture Surfboards, do meu treinador da altura Enrique Lenzano, a quem aproveito para agradecer tudo o que me ensinou que não foi pouco, e do fotógrafo Nuno Dias, que foi quem filmou e editou este vídeo".

 

Sofia salientou a importância das pessoas que a acompanharam nesta experiência, apesar de algumas ausências: "O grupo é uma das coisas mais importantes quando se faz viagens grandes como estas! Infelizmente a minha companheira insubstituível, Camilla Kemp, não conseguiu acompanhar-me como fez o ano passado, nem a Teresinha Bonvalot, mas fiquei muito feliz quando a minha grande amiga de Peniche, Beatriz Almeida, decidiu alinhar!", garantiu a surfista de Cascais.

 

Para a atleta, quando se viaja para uma aventura deste género, "uma mochila é suficiente", porque no destino bastavam "uns bikinis, umas t-shirts e uns calções. O que ocupa mais espaço devem ser os protectores! Protectores líquidos, sticks para a cara, brancos, cor de pele, protectores para o corpo, protectores para peles sensíveis, protectores para bronzear, 50+, 70+, 90+, after sun... E wax de agua quente!".

 

A surfista destacou os pontos positivos do local e o impacto que têm na motivação para treinar: "Acordar de madrugada para surfar ondas realmente boas, em água quente, acho que todos percebem que não custa. A pica duplica!", afirmou.

 

É com entusiasmo que Sofia recorda a sua rotina diária, tão diferente do que está habituada em Portugal: "A rotina é sempre a mesma nas Maldivas. Dormimos num barco durante dez dias, nunca se põe os pés em terra, os nossos dias são passados no mar. Claro que muita gente enjoa nos primeiros dias! A mim nunca me fez confusão. Acordamos todos os dias as 5h da manhã, comemos umas bolachas e bebemos apenas um café num instante e saltamos para o Dhoni, o nosso barco-táxi para o pico. É lá que temos as pranchas e todos o material de surf. Cada surfada tem cerca de três horas. Com tantas ondas e tanto sol, o tempo parece que nem demora a passar. Surfamos três vezes por dia, essa antes do pequeno almoço, uma antes do almoço e outra antes do jantar. Olhar para a água transparente e ver os peixes a passar entre os nossos pés, os golfinhos a saltar e a quererem surfar as ondas, as ilhas quase desertas à frente dos picos, as linhas de ondas sempre a entrar, as tartarugas que afinal não são assim tão lentas, os morcegos do tamanho de gaivotas ao final da tarde, os cortes feitos no coral, toda a gente assada de raspar o corpo na prancha por não estar habituada a surfar sem fato, os velhos australianos com quem partilhamos o outside, os sets que nos varrem e nos tiram os calções, os saltos do último andar do barco para a água, tentar pescar peixes à noite enquanto esperamos para jantar, vale tudo a pena".

 

A jovem goofy falou também da importância que as condições oferecidas pelas Maldivas têm no aperfeiçoamento técnico das suas manobras:"Tecnicamente, aprendi imensas coisas novas este ano lá! É um sítio óptimo para treinar, visto que as ondas são quase sempre todas iguais e o factor repetição de uma determinada manobra ajuda a ganhar consistência e a treinar aspectos mais focados. Felizmente, notei muita diferença do vídeo de 2012 para este de 2013! Quero evoluir o meu surf o máximo que conseguir e é para isso que vou continuar a treinar", assegurou.

 

Visivelmente motivada, Sofia não quer ficar por aqui. "Em 2014 quero explorar novos sítios, este mundo é muito grande e apesar de Portugal ser um dos melhores países em termos de surf na Europa e no mundo, ainda há muita coisa que quero descobrir lá fora".

 

Sofia sublinha a importância que o trabalho tem na sua evolução, com uma frase que a acompanha e motiva na sua ascensão no surf português :"Acho que o trabalho consegue vencer o talento". A SurfTotal acredita em Sofia, e vai continuar a acompanhar o percurso da entusiasmante surfista.

 

 

Vê aqui o vídeo:

- Sofia Santos - Maldives - 2013 - from Sofia Santos on Vimeo.

 

 


Perfil em destaque

Scroll To Top