ActivoBank
A Pororoca não dá sinal desde 2013. A Pororoca não dá sinal desde 2013. Foto: Dado Galdieri (via NY Times)
terça, 29 novembro 2016 12:20

MISTÉRIO: A POROROCA DESAPARECEU

A onda de maré da Amazónia não dá sinal há três anos… 

 

As ondas de marés* não são um fenómeno natural muito comum e acontecem apenas em algumas zonas do globo. O rio Qiantang em Hangzhou, na China, o rio Ganges, na Índia, e a Pororoca na Amazónia, no Brasil, são muito provavelmente as mais conhecidas. 

 

No entanto, a Pororoca, em Amapá, que era considerada uma das melhores à face da Terra, está aparentemente em crise, pois desde 2013 que não dá sinal. Desapareceu por completo! 

 

O motivo, segundo foi revelado numa peça do New York Times, prende-se com os desvios do curso de água e canais que são abertos pelos criadores de gado de forma a saciar a sede dos animais. Isto tem lugar na zona de Araguari e na verdade reduz substancialmente a força do rio. 

 

A causa exata ainda carece de explicação final, mas inegável é o facto dos surfistas brasileiros não verem a onda quebrar, com a qualidade que lhe era reconhecida, há sensivelmente três anos. Apesar de todos os perigos que a aventura de surfar por ali envolve (crocodilos, cobras, correntes, etc.), a Pororoca sempre captou muitos fãs que lamentam agora a situação. 

 

A nível de registo, o recorde da onda surfada mais comprida na Pororoca, sem qualquer paragem, pertence ao brasileiro Serginho Laus, de 36 anos, que em 2003 surfou ao longo de mais de 10 quilómetros. Wow! 

 

--

* As ondas em rios verificam-se quando a força de uma maré a encher viaja em direção oposta à corrente do rio. O resultado é uma onda de maré, fruto do choque das águas de um rio caudaloso com as ondas durante o início da maré cheia. A lua tem bastante influência neste fenómeno. 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top