quarta-feira, 29 julho 2015 16:05

Rory Russell: o bon vivant que dominou Pipeline

Durante alguns anos, o seu domínio no Pipeline Masters foi intocável.

 

 

Nascido na Alemanha, a 28 de julho de 1953 (celebrou ontem o seu aniversário), Rory Russell cresceu nas bases militares do Kansas e Pennsylvania, em virtude do pai ser oficial. Aos 10 anos mudou-se de armas e bagagens com a família para Oahu, no Havai e começou a surfar no ano seguinte.

 

Já com 15 anos, em 1968, mudou-se novamente, desta feita para o North Shore, mesmo em frente à praia, com a vizinhança de Jock Sutherland, que havia vencido o Duke Kahanamoku Invitational recentemente. Sutherland, mestre na arte dos tubos, tornou-se um mentor para Rory.

 

Nos anos 70 ganhou fama ao aparecer em vários filmes de surf, onde se destacava pela mestria em Pipeline. Competiu no primeiro circuito mundial, em 1976, tendo terminado a época na 8ª posição, feito que repetiria no ano seguinte. Venceu o Pipe Masters em 1976 e 1977. O seu domínio no Pipeline Masters foi intocável entre 1973 e 1978, com a seguinte sequência de resultados: 3º, 2º, 2º, 1º, 1º e 2º! No circuito mundial nunca venceu nenhuma etapa, e retirou-se desta competição em 1980.

 

Rory ficou famoso pelo seu jeito descontraído e festivo, tendo sido conhecido pela alcunha de ‘The Dog’. Escrevia o jornalista Phill Jarrat sobre ele em 1980: “Seja qual for a altura do dia, há boas hipóteses dele estar a surfar, a falar ou numa festa a dar tudo.”

 

O surfista chegou a ser patrocinado pela Lightning Bolt em meados dos anos 80,  enquanto operava também barcos de pesca no North Shore. Em 2009, quando a Lightining Bolt tentou um ressurgimento, voltou a contratar Rory como representante da marca, para a Europa. Hoje em dia, tem uma escola de surf em Kona, no Havai.


Perfil em destaque

Scroll To Top