Itens relacionados

terça, 08 julho 2014 11:30

GABRIEL MEDINA VOA PARA A QUIKSILVER?

A especulação sobe de tom

 

 

Os rumores sobre a possibilidade de Gabriel Medina ser o novo rosto da Quiksilver continuam a circular de forma cada vez mais intensa.

 

O brasileiro, que no início da carreira tinha o logo da Volcom no bico da prancha, transferiu-se para a Rip Curl aos 15 anos, em 2009, e tem contrato assinado até dezembro de 2016. Todavia essa circunstância parece estar longe de impedir que o interesse da Quiksilver esfrie - ao que tudo indica a marca estará na disposição de envidar os esforços necessários para garantir o prodígio brasileiro.

 

Depois de dizer adeus ao seu ícone de mais de 20 anos, Kelly Slater, a marca sentirá a necessidade de voltar a ter uma figura de proa cujo mediatismo e carisma credibilizem a marca, e em simultâneo proporcionem um aumento nas receitas comerciais. Gabriel encaixa na perfeição nestes pressupostos: é, de acordo com a ’Stab’, o terceiro surfista do WCT com maior interação nas redes sociais, onde perde apenas para Kelly Slater e Alana Blanchard. A juntar à sua mediatização, Gabriel lidera o ranking da ASP, tendo já vencido duas etapas do WCT este ano.

 

Fala-se em valores a rondar os 1.5 milhões de dólares anuais com a verba que pode seduzir Medina e torná-lo no surfista brasileiro mais bem pago da atualidade.

 

O brasileiro é atualmente agenciado pela empresa IMX, e acumula, para além da Rip Curl, patrocínios de marcas como a Coppertone, FCS, Oakley, Mitsubishi, Gorilla Grip e Guaraná Antartica. 

 

Outros nomes apontados como possíveis contratações da Quiksilver são o brasileiro Filipe Toledo e o australiano Owen Wright.

 

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top