A surfista havaiana, Carissa Moore, que detém 3 títulos mundiais, a dar tudo em Hossegor. A surfista havaiana, Carissa Moore, que detém 3 títulos mundiais, a dar tudo em Hossegor. Foto: WSL

Itens relacionados

segunda, 09 outubro 2017 08:38

Meias-finais femininas alinhadas no Roxy Pro France

Período de espera do CT gaulês termina a 18 de outubro… 

 

Domingo foi um dia repleto de surf, de bom surf, pelas águas de Hossegor. O reduto do sudoeste francês viu serem realizadas as rondas 3 e 4 do Roxy Pro France, mas também a fase de quartos de finais que deixaram as semifinalistas definidas e prontas para o último estágio da prova gaulesa, 9.ª etapa do Women’s World Championship Tour da WSL. 

 

Neste segundo dia de competição, destaque para a havaiana Carissa Moore que conquistou todas as atenções ao registar os melhores desempenhos e, claro, scores. Na ronda 4, por exemplo, a havaiana conseguiu a melhor pontuação (16 pontos), tal como nos quartos de final onde assinalou 16.13 pontos. 

 

Bem, e foi precisamente essa bateria dos quartos de final, disputada com Stephanie Gilmore, num confronto com 9 títulos mundiais envolvidos, que captou especial atenção do público. As duas surfistas mostraram-se em grande forma neste superheat, com mudanças de posições sistemáticas, mas quando Carissa largou um 9.10, nos últimos momentos da bateria, tudo mudou. 

 

“Esta foi uma bateria especialmente stressante, porque houve um momento em que ambas não estávamos a apanhar ondas. Estou muito agradecida por ter conseguido apanhar aquela última onda, naquele momento em que sei que é a minha última oportunidade, em que tenho que desligar-me de tudo e apenas divertir-me”, disse Moore. 

 

Em prova também continua a norte-americana Lakey Peterson, que venceu uma das candidatas ao título mundial, Courtney Conlogue (EUA); a australiana Tyler Wright, que se encontra a competir (limitada e com proteções no joelho) apesar de ter dito em Cascais que estava fora do mundial e da corrida pelo título; e Sally Fitzgibbons (Austrália) que conseguiu o apuramento frente a Bianca Buitendag (África do Sul) num heat muito renhido. 

 

A presença de Wright em Hossegor deixou muita gente surpreendida, mas a própria esclareceu ao microfone da WSL toda a situação: 

 

 

Fitzgibbons, líder do ranking mundial, tem agora em França uma hipótese de aumentar a distância para a concorrência. Confere os resultados de domingo: 

 

Round 3

Heat 1: Stephanie Gilmore (AUS) 12.34, Carissa Moore (HAW) 12.27, Bianca Buitendag (ZAF) 10.00

Heat 2: Sally Fitzgibbons (AUS) 12.96, Keely Andrew (AUS) 12.93, Silvana Lima (BRA) 12.70

Heat 3: Lakey Peterson (USA) 12.37, Courtney Conlogue (USA) 12.20, Malia Manuel (HAW) 7.50

Heat 4: Tyler Wright (AUS) 14.10, Johanne Defay (FRA) 11.17, Bronte Macaulay (AUS) 7.00

 

1/4 de final

QF 1: Carissa Moore (HAW) 16.13 def. Stephanie Gilmore (AUS) 14.17

QF 2: Sally Fitzgibbons (AUS) 13.77 def. Bianca Buitendag (ZAF) 13.50

QF 3: Lakey Peterson (USA) 14.83 def. Courtney Conlogue (USA) 12.90

QF 4: Tyler Wright (AUS) 16.47 def. Malia Manuel (HAW) 13.30

 

1/2 finais

SF 1: Carissa Moore (HAW) vs. Sally Fitzgibbons (AUS)

SF 2: Lakey Peterson (USA) vs. Tyler Wright (AUS)

 

“Highlights” de ontem: 

 

 

Relativamente à competição masculina, o Quiksilver Pro France, que também é a 9.ª etapa do WCT, a armada ainda não entrou em ação nas águas gaulesas e tem agora mais dois “lay day” pela frente uma vez que o próximo “call” (para ambas as divisões) só tem lugar às 8h de 11 de outubro, próxima quarta-feira 

 

O português Frederico Morais, na condição de top seed, entra no Heat 11 com o australiano Mick Fanning e o rookie brasileiro Ian Gouveia. 

 

Round 1 Masculino

Heat 1: Adriano De Souza (BRA), Conner Coffin (USA), Stuart Kennedy (AUS)

Heat 2: Owen Wright (AUS), Bede Durbidge (AUS), Nat Young (USA)

Heat 3: Matt Wilkinson (AUS), Wiggolly Dantas (BRA), Josh Kerr (AUS)

Heat 4: Julian Wilson (AUS) Caio Ibelli (BRA), Ethan Ewing (AUS)

Heat 5: John John Florence (HAW), Italo Ferreira (BRA), Keanu Asing (HAW)

Heat 6: Jordy Smith (ZAF), Kanoa Igarashi (USA), Marc Lacomare (FRA)

Heat 7: Filipe Toledo (BRA), Joan Duru (FRA), Miguel Pupo (BRA)

Heat 8: Gabriel Medina (BRA), Jeremy Flores (FRA), Leonardo Fioravanti (ITA)

Heat 9: Joel Parkinson (AUS), Michel Bourez (PYF), Jack Freestone (AUS)

Heat 10: Connor O'Leary (AUS), Sebastian Zietz (HAW), Jadson Andre (BRA)

Heat 11: Frederico Morais (PRT), Mick Fanning (AUS), Ian Gouveia (BRA)

Heat 12: Kolohe Andino (USA), Adrian Buchan (AUS), Ezekiel Lau (HAW)

Perfil em destaque

Scroll To Top