segunda, 22 abril 2019 10:14

ELITE MUNDIAL VOLTA À AGUA APÓS TRÊS DIAS DE PAUSA NO RIP CURL PRO BELLS BEACH

A segunda etapa do Championship Tour (CT) 2019 recomeçou ontem às 22:00 (hora de Portugal) com um swell altamente antecipado em Winkipop, o local de backup do evento...

tendo sido completados os três heats restantes da ronda 1 masculina, a ronda 1 feminina e a Eliminatória ronda 2 masculina e feminina em ondas de 1 a 1,5 metros.

 

A nova geração de surfista brilhou em Winkipop, entre eles, Reef Heazlewood.

O surfista australiano entrou nesta etapa como substituição do havaiano Sebastian Zeitz, que desistiu do evento para  estar presente no nascimento do seu primeiro filho, e continua a chamar a atenção após o seu excelente desempenho no Quiksilver Pro Gold Coast onde entrou como wildcard. Heazlewood aproveitou mais uma vez a sua oportunidade derrubando o australiano Mikey Wright e atirando o brasileiro Jesse Mendes para fora do evento na eliminatória ronda 2.

Depois de uma difícil derrota na ronda 3 em Gold Coast o Rookie australiano Soli Bailey estava determinado em conquistar a sua primeira vitória no Tour. Bailey dominou o heat contra os australianos Wade Carmichael e Xavier Huxtable com uma combinação de surf aéreo progressivo e power turns clássicos garantindo novamente entrada na ronda 3, onde irá competir com o americano Conner Coffin.

Os Rookies brasileiros, Peterson Crisanto e Deivid Silva, também avançaram para a ronda 3 na busca de resultados impressionantes no seu ano de estreia na elite mundial.

 

PETERSON CRISANTO  WSL/DUNBAR

 

 

No lado feminino a americana Caroline Marks, atual número 1 no ranking mundial, fez uma exibição sólida em Winkipop, mas surpreendentemente, não foi o suficiente para ganhar o seu heat (4 da ronda 1) contra a americana Courtney Conlogue e a surfista da Costa Rica Brisa Hennessy. Brisa Hennessy estreou-se no CT da melhor forma alcançando a maior pontuação numa onda do evento feminino até agora, 8,33 em 10 pontos possíveis, vencendo Marks. Hennessy avança diretamente para a ronda 3 acompanhada por Caroline Marks.

 

 

CAROLINE MARKS  WSL/CESTARI

 

 

No começo do dia, o bicampeão mundial John John Florence surfou o seu primeiro heat do Rip Curl Pro Bells Beach de 2019 onde conquistou uma vitória dominante sobre a dupla brasileira Mendes e Willian Cardoso.

Já Owen Wright venceu o heat 1 da ronda eliminatória (ronda 2) contra os australianos Jack Freestone e Harrison Mann, atirando Mann para fora da competição.

 

 

JOHN JOHN  WSL/DUNBAR

 

 A australiana Nikki Van Dijk  que compete pelo décimo ano no Rip Curl Pro Bells Beach ( competiu quatro anos como wildcard), espera tocar o emblemático sino não apenas pela primeira vez, mas também como a primeira vitoriana a fazê-lo desde Gail Couper em 1976. Hoje, Van Dijk deu um passo na direção certa, derrubando a americana Lakey Peterson e a surfista da Nova Zelândia Paige Hareb no heat de abertura da ronda 1. Van Dijk vai progredir diretamente para a ronda 3, onde vai enfrentar a americana duas vezes vencedora do Rip Curl Pro Bells Beach, Courtney Conlogue.

 

NIKKI VAN DIJK  WSL/DUNBAR

 

 

A australiana sete vezes campeã mundial, Stephanie Gilmore teve um início lento no heat contra as australianas Kobie Enright e Bronte Macaulay, mas acabou por encontrar o seu ritmo e conseguir duas pontuações sólidas num total de 15,33 em 20 pontos possíveis, a maior combinação do evento até agora. A vitória de Gilmore coloca-a na ronda 3, onde voltará a enfrentar Kobie Enright.

Depois de perder para Gilmore e Enright, Macaulay lutou de volta no último heat do dia, o heat 2 da ronda 2, avançando também para a fase seguinte.

A havaiana Coco Ho brilhou no seu heat 2 da ronda 1 com uma vitória sobre a sua conterrânea  três vezes campeã mundial, Carissa Moore e a australiana Keely Andrew. Coco Ho e Carissa Moore avançaram para a ronda 3, enquanto Keely Andrew foi eliminada do evento.

 

COCO HO  WSL/CESTARI

 

 

A havaiana Malia Manuel encontrou o seu ritmo na última onda no heat 1 da ronda 2 pontuando um excelente 8,17 em 10 pontos possíveis. Malia Manuel avança para a ronda 3 com a americana Sage Erickson, enquanto a australiana Keely Andrew sai cedo do evento.

 

Com a mudança de formato no CT de 2019, a ronda 2 (a ronda eliminatória) vê quatro competidores masculinos e duas competidoras femininas saírem da competição empatando na 33ª e 17ª posição, respectivamente. As surfistas Keely Andrew e Paige Hareb foram incapazes de encontrar um caminho para a ronda 3  pelo segundo evento consecutivo, enquanto no lado dos homens, os Wildcards vitorianos Xavier Huxtable e Harrison Mann foram eliminados juntamente com Jesse Mendes e Joan Duru.

 

A próxima chamada para o Rip Curl Pro Bells Beach será às 21:40 (hora de Portugal).


Perfil em destaque

Scroll To Top