Owen Wright foi um dos atletas do CT que se juntaram ao paddle out histórico na Austrália. Owen Wright foi um dos atletas do CT que se juntaram ao paddle out histórico na Austrália.

Itens relacionados

terça, 23 abril 2019 10:25

ATLETAS DO CT MARCAM PRESENÇA EM PADDLE OUT CONTRA A EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO NA AUSTRÁLIA

Torquay assistiu a mais um paddle out histórico para apoiar a campanha Fight for the Bight...

A campanha tem como propósito proteger uma das mais prístinas costas da Austrália que está a ser ameaçada pelos planos da empresa Norueguesa Equinor que pretende perfurar e explorar petróleo na Grande Baía Australiana.

A Fight for the Bight tem reunido manisfestantes por várias praias da Austrália Foto: thenewdaily / Che Chorley

A empresa petrolífera norueguesa anunciou no início do ano que as perfurações iriam ser feitas a 370 km da costa sul da Austrália e que não iriam implicar quaisquer riscos ambientais, mas grupos ambientalistas pediram ao governo federal que rejeite o desenvolvimento, argumentando que o projecto em águas profundas colocaria em risco o litoral imaculado e a vida marinha.

A Grande Baía Australiana é um dos ambientes oceânicos mais primitivos da Terra.  É o sustento de várias comunidades costeiras, empregos e o palco de inúmeras atividades recreativas.

Ladeado pelo Nullarbor e as maiores falésias contínuas do mundo, o Bight é um paraíso para baleias, peixes, pássaros, mamíferos marinhos, plantas e uma variedade de ecossistemas de invertebrados. A área tem uma riqueza nutricional única que proporciona um habitat específico para inúmeras espécies, incluindo algumas das últimas colónias de leões-marinhos australianos - em extinção. Os cientistas estimam que cerca de 85% das espécies que vivem na Grande Baía Australiana não são encontradas em mais nenhum lugar da Terra. O que acontece no meio ambiente desta baía afeta a diversidade do mundo marinho à escala global.

Organizações ambientalistas como a Great Australia Bight Alliance consideram que a abertura da baía à exploração de petróleo é inaceitável devido às ameaças que lança. Para além do potencial para um derramamento de óleo (que classifica como catastrófico), existem dúvidas sobre os efeitos provocados pelos testes sísmicos, havendo ainda o risco de poluição sonora causada pela perfuração e pelo aumento de tráfego de barcos, para além da possibilidade de contaminação das águas capaz de destruir um ecossistema marinho único.

 

A campanha tem sido praticamente liderada por surfistas Foto: Ed Sloane

A campanha tem sido praticamente liderada por surfistas e na passada semana, Owen Right, John John Florence, Lakey Peterson e Nikki Van Dijk, alguns dos surfistas atualmente a competir no Championship Tour (CT), aproveitaram os dias de pausa no evento para estarem presentes no paddle out em Torquay, Austrália, descrevendo-o como o maior e mais incrível em que já participaram.

No passado mês a Austrália já tinha assistido a um incrível paddle out onde milhares de pessoas marcaram presença em Torquay, Victoria.

Mais uma vez a comunidade do surf junta-se a esta causa para mostrar o seu apoio e amor pelo oceano demonstrando o impacto que a comunidade tem e reforçando a mensagem de que unidos podemos fazer uma diferença no mundo.


Perfil em destaque

Scroll To Top